Em mercados / proventos

Nova política de remuneração a acionistas do Itaú Unibanco deve ser mantida por alguns anos, diz CEO

Desde 2008, o banco vinha pagando uma média de 31% do lucro.

Roberto Setúbal
(Divulgação/ Evento)

SÃO PAULO - O Itaú Unibanco espera manter uma nova política de distribuição de 35% a 45% do lucro anual "por mais alguns anos", disse nesta quarta-feira (8) o presidente da instituição, Roberto Setubal, em um sinal de que o maior banco do país em valor de mercado tem capital suficiente para seguir remunerando os acionistas.

Na terça-feira (7), o Itaú divulgou uma nova política, visando a devolver aos acionistas o excesso de capital. Desde 2008, o banco vinha pagando uma média de 31% do lucro.

 

Contato