Destaques da bolsa Ações de Petrobras, Vale e siderúrgicas caem seguindo commodities em meio à cautela com acordo comercial

Ações de Petrobras, Vale e siderúrgicas caem seguindo commodities em meio à cautela com acordo comercial

Proventos: ação da AES Tietê lidera recomendações pelo terceiro mês consecutivo

Levantamento realizado pela InfoMoney contém os portfólios mensais de dividendos recomendados por 6 instituições

SÃO PAULO – As ações da AES Tietê receberam o maior número de recomendações nas carteiras de dividendos dos analistas para o mês de setembro, segundo levantamento realizado pela InfoMoney, que incluiu seis portfólios sugeridos por corretoras.

As seis carteiras recomendadas de pagadoras de proventos selecionadas são de: Coinvalores, Fator, Safra, Senso, Souza Barros e Unibanco.

Terceiro mês consecutivo na liderança

Destas seis instituições, quatro listaram os papéis da AES Tietê em suas sugestões, colocando a companhia no topo pelo terceiro mês consecutivo. De um modo geral, os analistas apontam que a companhia além de contar com uma boa política de distribuição de seus lucros, é uma forte geradora de caixa.

PUBLICIDADE

O UBS considera os ativos – que contam com boa liquidez na Bolsa – como os melhores para quem procura se proteger da inflação, devido às perspectivas de alto fluxo de caixa e pagamento de dividendos.

Neste sentido, o Unibanco afirma que, tendo as dívidas ajustadas de acordo com o IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado), a desaceleração do indicador no curto prazo deve favorecer a empresa. “Nós esperamos um dividend yield ainda maior devido a isso”.

O banco ainda cita a atratividade dos proventos e a forte e estável geração de caixa da companhia, além de citar que a combinação do aumento dos preços da energia e a capacidade de expansão do setor desenha um cenário promissor para as empresas de geração de energia.

Por fim, eficiência da AES Tietê também é destacada. De acordo com a SLW, a companhia não tem divida bancária e, já considerando um maior volume de investimentos e uma redução de pay out, seus analistas recomendam compra às ações.

Seis empresas dividem o segundo lugar…

Com três recomendações, aparecem os ativos de seis empresas. As ações preferenciais do Bradesco, da Telesp e da Transmissão Paulista, as ordinárias da Souza Cruz e da CSN e as preferenciais classe B da Eletropaulo figuram empatadas em segundo lugar.

Os papéis possuem em comum o fato de contarem com uma satisfatória liquidez e boas taxas de distribuição de proventos, além de estarem consolidados em termos de nível de atividade.

PUBLICIDADE

…e contam com boas perspectivas

Destas seis empresas, três pertencem ao setor elétrico, o que evidencia a atratividade do segmento quando o assunto é proventos. Assim como a AES Tietê, a Eletropaulo conta com boas estimativas para seus resultados, o que gera um bom nível de dividendos.

A Transmissão Paulista apresenta fatores como a reestruturação operacional e o potencial de alavancagem, o que representam incentivo aos proventos, afirma o Citigroup. Já o Bradesco foi lembrado dada a geração de caixa bastante robusta, assim como a liquidez de seus papéis.

No setor de telecomunicações, a Telesp deve marcar um dos maiores dividend yields da bolsa nos próximos dois anos, segundo o Santander, enquanto no siderúrgico, a CSN conta com boas perspectivas de rendimentos, o que deve refletir em boas taxas de proventos aos acionistas.

Por fim, os bons resultados apresentados nos últimos trimestres e o fato de ter fechado o ano passado com um dos maiores dividend yields da Bolsa mantêm as ações da Souza Cruz como uma boa sugestão de investimento no quesito proventos.

Confira as dez mais recomendadas em dividendos:

AçãoRecomendações
AES Tietê PN4
Bradesco PN3
Souza Cruz ON3
CSN ON3
Eletropaulo PNB3
Telesp PN3
Transmisão Paulista PN3
Comgás PNA2
CPFL Energia ON2
Tractebel ON2