Relatório de produção

Produção da Petrobras cresce em relação ao 4º tri, mas cai 5% ante mesmo período de 2020

Efetivo das plataformas foi reduzido mais uma vez devido ao agravamento da pandemia

Petrobras
(Shutterstock)

SÃO PAULO – A Petrobras (PETR3; PETR4) produziu em média 2,77 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d) de petróleo, gás natural e líquido de gás natural (LGN) no primeiro trimestre de 2021. Foi um número 3,1% acima do registrado no quarto trimestre de 2020 e 5% abaixo do mesmo período do ano de 2020.

Segundo a companhia, a queda em relação ao primeiro trimestre de 2020 se deveu aos desinvestimentos concluídos ao longo de 2020 e início de 2021 e ao declínio natural de produção, que teve uma média de 11% nos projetos que já atingiram o seu pico de produção e entraram na fase de declínio.

“Devido ao agravamento da pandemia observado no 1T21, diminuímos novamente o efetivo das nossas plataformas e adotamos um regime diferenciado de embarque visando reduzir o fluxo diário de pessoas com a consequente mitigação do risco de contaminação e do impacto nas nossas operações”, destacou a estatal.

A produção no pré-sal atingiu 1,9 milhões de boe/d no primeiro trimestre de 2021, o que representou 69% da produção total da Petrobras no período, fatia maior que os 63% que o pré-sal representava no primeiro trimestre de 2020.

De acordo com a empresa, a produção nas plataformas do campo de Búzios aumentou 14% devido principalmente à maior eficiência e à estabilização das unidades.

Aprenda como ganhar dinheiro prevendo os movimentos dos grandes players. Na série gratuita Follow the Money, Wilson Neto, analista de investimentos da Clear, explica como funcionam as operações rápidas.