Principais bolsas latino-americanas fecham em baixa

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

As principais bolsas latino-americanas fecharam o pregão em baixa nesta
sexta-feira, apesar dos resultados positivos das
bolsas norte-americanas, com os índices Nasdaq Composite e o Dow Jones Industrial
apresentando altas de 1,89% e 0,82%
respectivamente.
A renúncia do Secretário da Inteligência do Estado da Argentina, Fernando de Santibañes, que
estava sendo acusado de
corrupção, teve uma forte influência sobre algumas bolsas latino-americanas.

O índice Merval da Bolsa de Buenos Aires fechou o dia em queda de 1,64%, depois de um
pregão bastante conturbado pela renúncia de Santibañes, um dos homens de maior confiança
do presidente Fernando de la Rúa. A maior baixa ficou para a
Molinos Rio de la Plata, que fechou o pregão com queda de 6,02%. O setor financeiro, que
tem mostrado forte volatilidade nesta semana,
apresentou baixa, com destaque para as ações do Grupo Financiero Galicia (-2,90%), do
Banco Frances del Rio de la Plata (-1,17%) e do BSCH (-1,03%). As maiores altas ficaram para
a Renault (3,00%) , Solvay Indupa (1,86%) e Transportadora de Gas del Sur
(1,42%).
O índice IPC da Bolsa do México fechou em queda de 0,80%, com destaque para o setor de
mídia. As ações da Television Azteca
tiveram baixa de 4,66% e a Corporacion Interamericana de Entretenimiento encerrou o
pregão com uma variação negativa de 3,82% .
Contrariando a tendência da bolsa, os destaques de alta ficaram com as ações do Grupo
Financiero Banorte (8,70%), Empresas ICA (3,48%) e do Fomento Economico Mexicano
(2,92%).




























Outros mercados: Brasil Ibovespa -2,13%
Chile IPSA -0,19%
Peru ISBVL +0,33%
Venezuela IBVC +0,71%
Colômbia IBB +0,13%
Compartilhe