Previsões do Fed e declarações de Greenspan incentivam baixas na Europa

O setor bancário lidera as perdas nas sessões, com as ações do Royal Bank of Scotland, Lloyds e HSBC caindo mais de 3,5%

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – As bolsas da Europa operam em baixa nesta quinta-feira (21), seguindo as quedas registradas na Ásia e nos índices futuros de Wall Street, afetadas por projeções do Federal Reserve, o banco central norte-americano, de que a economia do país ainda sofre risco de uma recessão mais profunda.

Na ata da última reunião do Fed, divulgada na quarta-feira (20), os membros da instituição estimaram que o PIB (Produto Interno Bruto) dos EUA terá um recuo entre 1,3% e 2% – na previsão anterior, a perda oscilaria entre 0,5% e 1,3%.

Para piorar, Alan Greenspan, ex-presidente da autoridade monetária, também assinalou que “a crise financeira internacional ainda não acabou”. Ele ainda alertou aos concessores de empréstimos nos Estados Unidos de que eles terão de levantar “um grande” capital para manter as operações.

Bancos em queda

Aprenda a investir na bolsa

As declarações de Greenspan, somadas às expectativas de recessão na economia norte-americana por parte do Fed, elevam os temores entre os investidores e impulsionam a venda de ações do setor bancário.

Há instantes, os papéis do Barclays operavam próximos à estabilidade, enquanto outras companhias registravam queda em suas ações, como o Royal Bank of Scotland (-3,54%), o Lloyds (-6,50%) e o HSBC Holdings (-4,59%).

Resultados

Os ativos acionários da British Land, maior construtora de Londres, operam com queda de 6,46% após a companhia reportar um prejuízo anual recorde de £ 3,88 bilhões (US$ 6,1 bilhões) no primeiro trimestre de 2009. O resultado é pior do que o estimado pelo mercado.

No vermelho

Em terreno negativo, figuram também os papéis da Vodafone, maior operadora de telefonia móvel do mundo, que operavam há pouco com recuo de 1,81%.

O mau desempenho também é influenciado pela corretora japonesa Nomura Holdings, que recomendou aos seus clientes a venda de ações da operadora britânica.

Confira a cotação dos principais índices:


O índice FTSE 100 da bolsa de Londres se destaca, caindo 2,32% e atingindo 4.365 pontos.
Já o DAX 30 da bolsa de Frankfurt negocia em baixa de 1,83% chegando a 4.947 pontos,
enquanto o CAC 40 da bolsa de Paris desvaloriza-se 1,71% a 3.247 pontos.

PUBLICIDADE

Já o Euro Stoxx 50, índice calculado pela agência Dow Jones e que mede o desempenho das 50 principais ações da Europa Continental opera em baixa de 1,84%, atingindo a 2.441 pontos.

%Var DiaPontos%Var 30D%Var Ano
CAC 40-1,713.247+9,18+0,90
DAX 30-1,834.947+9,89+2,84
FTSE 100-2,324.365+9,46-1,57
SMI+0,195.509+8,77-0,46
MIB 30-1,4520.888+13,92+4,11
Euro Stoxx 50-1,842.441+8,82-0,41