Focus

Previsões de economistas para a inflação sobem para 9,12%, diz Focus

A previsão de retração do PIB (Produto Interno Bruto) em 2015 ficou em 1,50%; projeções para a Selic em 2016 sobem para 12,25%

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Economistas de instituições financeiras revisaram as suas estimativas para diversos aspectos da economia brasileira, de acordo com a pesquisa Focus do Banco Central revelada nesta segunda-feira (13).

A previsão de retração do PIB (Produto Interno Bruto) em 2015 se manteve em 1,50%. Também para 2016, os economistas mantiveram a projeção do crescimento do PIB em 0,50%.

De acordo com o documento divulgado nesta segunda-feira, 13, pelo BC, a mediana das previsões do mercado financeiro para o IPCA de 2015 subiu de 9,04% para 9,12%, acima do teto da meta estabelecida pela autarquia de 6,5% ao ano. Já para 2016, a previsão caiu de 5,45% para 5,44%.

Aprenda a investir na bolsa

No caso da taxa básica de juros, a previsão da Selic para 2015 foi mantida 14,50%. Para 2016, a previsão subiu de 12,06% a.a. para 12,25%.

Para o câmbio, as previsões são de que o dólar esteja a R$ 3,23 no fim de 2015, contra os R$ 3,22 projetados na semana anterior. Já para 2016, a previsão foi mantida em R$ 3,40.

Já a previsão para a balança comercial em 2015 foi aumentada de US$ 5,00 bilhões para US$ 5,50 bilhões. Já para 2016, a projeção foi elevada de US$ 12,40 bilhões para US$ 13,00 bilhões.