Venda contestada

Prefeito de Fortaleza vai acionar Petrobras (PETR4) na Justiça após venda da Lubnor

De acordo com José Sarto, a prefeitura tem 30% do terreno onde está instalada a Lubnor, ou 60.489,98 metros quadrados, e a venda prejudica a cidade.

Por  Estadão Conteúdo -

O prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), afirmou em vídeo divulgado nesta terça-feira, 31, pelas redes sociais, que vai judicializar a venda da refinaria Lubnor pela Petrobras (PETR3;PETR4) para a Grepar Participações, por US$ 34 milhões, anunciada na última quinta-feira. A operação ainda precisa ser avaliada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

De acordo com Sarto, a prefeitura tem 30% do terreno onde está instalada a Lubnor, ou 60.489,98 metros quadrados, e a venda prejudica a cidade.

“(A Petrobras) está vendendo uma refinaria que está na nossa cidade desde a década de 1970, por um preço muito abaixo do valor de mercado, o que traz prejuízo para o Brasil e principalmente para Fortaleza, que tem 30% do terreno da refinaria”, afirma Sarto.

Ele informou que já oficializou à Petrobras e à Grepar que vai judicializar o processo para saber se está de acordo com o Plano Diretor e à Lei de Uso de Ocupação do Solo de Fortaleza.

“Não vamos deixar que Fortaleza seja prejudicada de jeito nenhum por esse processo”, afirmou.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe