Preços públicos impulsionam inflação de novembro

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

O IBGE divulgou hoje os índices IPCA e INPC referentes a novembro,
confirmando as expectativas de alta na inflação. O
IPCA, que é utilizado pelo Banco Central para o acompanhamento de metas de inflação, ficou
em 0,32% no mês. O resultado foi maior do
que o registrado no mês anterior, 0,14%, ficando abaixo da expectativa de mercado,
que era de 0,40%. A alta de 0,12 ponto percentual em relação à taxa do mês anterior se deve ao crescimento dos preços dos combustíveis e energia elétrica.
O INPC de novembro foi de 0,29%, acima do indicador de 0,16% registrado em outubro, e abaixo
do esperado pelo mercado, que era de
0,38%. Os preços dos alimentos apresentaram variação negativa de 0,16%, ficando abaixo da taxa de
0,12% de outubro, enquanto os
produtos não alimentícios situaram-se em 0,48%, bem acima do resultado de 0,18%
referente ao mês anterior.
Nesta manhã foi divulgado também o IPC Quadrissemanal da Fipe, referente à primeira
semana de dezembro. O índice apresentou inflação de 0,03%, contra um recuo de 0,05% registrado na última semana de novembro.
A inflação baixa dá certa tranquilidade ao mercado, que deve voltar todas as suas atenções para as bolsas dos EUA e para a situação econômica da Argentina, mantendo a expectativa de um possível corte na Selic.

Compartilhe