Preço do petróleo flutua com queda do dólar e recuo na demanda nos Estados Unidos

Expectativa de que EUA perca seu rating "AAA" pesa sobre divisa; demanda por combustíveis recua 7,6% no último mês no país

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O preço do barril de petróleo opera sem tendência definida nesta sexta-feira (22), oscilando entre o campo positivo e negativo. Queda do dólar em relação às principais moedas globais e recuo na demanda por combustíveis nos EUA mexem com o mercado.

Com o desempenho desta sessão, a moeda norte-americana atingiu o seu patamar mais baixo em quatro meses em comparação com o euro, sob as expectativas de que o Estados Unidos possam perder o seu rating “AAA”.

Na outra ponta, segundo o relatório do Departamento de Energia dos EUA, o consumo de combustíveis durante o último mês apresentou uma contração de 7,6% quando comparado com o mesmo período do ano passado.

Confira a cotação em Londres e Nova York

Aprenda a investir na bolsa

Há pouco, a cotação do barril do petróleo Brent, negociado no mercado de Londres, atinge US$ 59,19 nesta sexta-feira, baixa de 1,23% em relação ao último fechamento.

Apesar do desempenho negativo dessa sessão, o petróleo acumula forte alta de 20,35% neste mês de maio. Por sua vez, a variação no ano fica positiva em 41,74%, já que a commodity encerrou o ano passado cotada a US$ 41,76 por barril em Londres.

Já o contrato com vencimento em julho de 2009, que apresenta maior liquidez no mercado de Nova York, operava a US$ 61,02 por barril, configurando uma baixa de 0,05% frente ao fechamento anterior.