AO VIVO Curso gratuito do Stock Pickers ensina a identificar ações com ótimo potencial de valorização

Curso gratuito do Stock Pickers ensina a identificar ações com ótimo potencial de valorização

Fortes ganhos

Preço do Ethereum quadruplica em 2021 e supera os US$ 3 mil pela primeira vez após novo rali

Movimento da criptomoeda é bem superior ao do Bitcoin, que até agora tem valorização de pouco menos de 100% no ano

SÃO PAULO – O Ehter, criptomoeda da rede Ethereum, voltou a ganhar força nesta segunda-feira (3), ultrapassando pela primeira vez na história o valor de US$ 3 mil.

Às 18h50 (horário de Brasília), a segunda maior criptomoeda do mundo em valor de mercado acumulada valorização de 11,08% em 24 horas, cotada a US$ 3.295. Com isso, em 2021, o token já mais que quadruplicou seu valor, com um ganho de 346%.

Essa alta é bem superior a marcada pelo Bitcoin, a moeda digital mais conhecida, que até o momento tem valorização de 96% no ano, cotada a US$ 56.974. Em 24 horas, a criptomoeda está praticamente estável.

O movimento de alta do Ether já tem ocorrido há algum tempo, e além de acompanhar um bom humor em geral com o mercado cripto, também reflete algumas importantes melhorias pela qual a rede Ethereum tem passado e ainda deve passar nos próximos meses.

Recentemente, o Ethereum passou por uma atualização chamada Berlin, que visou, principalmente, tornar a rede mais barata e rápida, reestruturando as taxas de transações, e por isso foi vista com grande potencial para valorizar sua moeda digital.

À Reuters, James Quinn, diretor-gerente da Q9 Capital, um gestora de fortunas especializada em criptomoedas, sediada em Hong Kong, disse que a essa alta também reflete uma mudança crescente em direção ao “DeFi” (finanças descentralizadas, na sigla em inglês), que se refere a transações fora do sistema bancário tradicional, no qual a blockchain do Ethereum é uma plataforma importante.

“No início, a valorização foi realmente liderada pelo Bitcoin porque, como muitos dos investidores institucionais vieram dessa área, esse seria naturalmente o ponto de partida”, disse Quinn. “Mas à medida que esse ganho amadureceu nos últimos seis meses, surgiu o DeFi, e muito DeFi é desenvolvido em Ethereum”, explicou.

Outro ponto destacado por analistas é o lançamento de fundos de Ether negociados na bolsa do Canadá e a demanda crescente por carteiras Ether para transações de tokens, como arte digital.

(Com Reuters)

PUBLICIDADE

Invista nos fundos de criptomoedas mais acessíveis do mercado: abra uma conta gratuita na XP!