Preço da cesta básica de SP fica, em média, 0,01% maior em maio, aponta Fipe

De acordo com levantamento, preço subiu em três das seis regiões pesquisadas da capital paulista

Por  Juliano Moreira Oliveira -

SÃO PAULO – O preço da cesta básica vendida na cidade de São Paulo subiu em três das seis regiões pesquisadas em maio, de acordo com levantamento mensal divulgado nesta quinta-feira (2) pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

Em média, o preço do conjunto de produtos na capital ficou 0,01% mais caro no mês passado, na comparação com abril, passando de R$ 282,27 para R$ 282,29 no período. No acumulado dos últimos 12 meses, a cesta ficou 6,84% mais cara. No acumulado deste ano, o aumento é de 1,93%.

Análise por região
Ainda segundo a Fipe, em maio, a região que apresentou a maior alta no preço foi a zona Norte (Santana, Bom Retiro, Freguesia do Ó etc), com aumento de 0,46%. No quarto mês do ano, o preço da cesta nesta região ficou em R$ 284,31.

Já a zona Oeste (Barra Funda, Perdizes, Bela Vista etc) aparece com o segundo maior avanço no período, de 0,43%. O conjunto na região saiu por R$ 288,51. A Leste II (Aricanduva, São Mateus, Itaquera etc) registrou alta de 0,08%, com a cesta saindo por R$ 276,05.

Por outro lado, a zona Sul II (Campo Limpo, Socorro, Cidade Dutra etc) apresentou queda de 0,51%, a maior do período. O conjunto na região saiu por R$ 273,37, o menor entre as demais áreas analisadas.

Nas zonas Leste I (Brás, Cambuci, Tatuapé, Moóca etc) e Sul I (Moema, Brooklin, Santo Amaro etc), os preços recuaram 0,30% e 0,13%, respectivamente. Na primeira região, o conjunto alimentar saiu por R$ 278,70, enquanto na segunda foi de 292,81.

Compartilhe