Bolsa

Possível vitória de Obama tranquiliza mercados e Ibovespa consolida alta

Economistas acreditam que o candidato democrata seria melhor presidente para a economia brasileira e mundial

SÃO PAULO – Seguindo os rumos das eleições norte-americanas, o Ibovespa consolida ganhos de 1,44% por volta das 14h51 (horário de Brasília), atingindo os 59.048 pontos. No momento, o volume negociado em bolsa é reduzido, tanto por conta da eleição quanto por conta do novo horário de abertura das principais bolsas dos EUA, que agora abrem uma hora mais tarde pelo fim do horário de verão. 

A corrida para a Casa Branca está acirrada: pesquisas mostram um empate do voto popular entre o presidente Barack Obama e o republicano Mitt Romney na votação desta terça. Contudo, a liderança do candidato democrata em estados considerados chave lhe dá 92% de chances de vitória, de acordo com o Wall Street Journal. Obama seria melhor para o Brasil, avaliam economistas. 

No primeiro embate, Obama levou a melhor sobre Romney em dois vilarejos de New Hampshire, Dixville Notch e Hart’s Location. Nesses locais, os moradores seguem para as urnas logo após a meia noite, e a apuração é feita logo em seguida. Ainda que o resultado seja irrisório na contagem geral, a rápida apuração nesses vilarejos é acompanhada com curiosidade. 

Safra de resultados
No ambiente doméstico, a temporada de balanços corporativos ganha força, com números de empresas como Anhanguera (AEDU3) e Telefônica Brasil (VIVT4) já divulgados, assim como BM&FBovespa (BVMF3), BTG Pactual (BBTG11) e Eletropaulo (ELPL4) anunciarão após o pregão, entre outras.

Do lado econômico, o ICST (Índice de Confiança da Construção), publicado pela FGV (Fundação Getulio Vargas), mostrou recuo de 5,1% no trimestre encerrado em outubro na comparação com um ano antes. 

Greve em Atenas
Na Grécia, onde as ameaças sobre uma possível saída do país da zona do euro voltaram à cena recentemente, os trabalhadores embarcam numa greve geral de dois dias. O objetivo é protestar contra as novas medidas de austeridade necessárias para a liberação da ajuda internacional, as quais serão voltadas pelo Parlamento na noite de quarta-feira.

Agenda europeia
Na Europa, os investidores também repercutem novos sinais de desaceleração econômica. O PMI (Índice de Gerente de Compras) composto da região passou de 46,1 para 45,7 entre outubro e setembro. O dado fechado de outubro ficou ligeiramente abaixo da preliminar de 45,8. 

Trata-se do nono mês consecutivo abaixo do nível de 50 que divide expansão de contração. Já o PMI para o setor de serviços recuou de 46,1 para 46,0 no mesmo período, contra uma prévia que indicava 46,2.

Papéis da Marfrig lideram ganhos
Neste horário, são os papéis da Marfrig (MRFG3) que lideram os ganhos do índice, com alta de 4,00%, aos R$ 10,92. As siderúrgicas ficam logo atrás: os ordinários da Usiminas (USIM3) sobem 3,75%, enquanto os preferenciais (USIM5) disparam 3,60%, aos R$ 11,35 e R$ 10,64, respectivamente. As maiores altas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód.AtivoCot R$% Dia% AnoVol1
 MRFG3 MARFRIG ON10,92+4,00+27,876,02M
 USIM3 USIMINAS ON11,35+3,75-33,542,01M
 USIM5 USIMINAS PNA10,64+3,60+5,4949,64M
 GOAU4 GERDAU MET PN23,69+3,49+34,126,57M
 TIMP3 TIM PART S/A ON7,83+3,30-13,6023,63M

PUBLICIDADE

A Eletrobras (ELET3; ELET6) voltou a liderar as perdas. Os ordinários caem 2,63% para R$ 10,75, enquanto os preferenciais recuam 2,20%, para R$ 15,08. As maiores baixas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód.AtivoCot R$% Dia% AnoVol1
 ELET3 ELETROBRAS ON10,75-2,63-34,3811,23M
 ELET6 ELETROBRAS PNB15,08-2,20-38,8612,62M
 SBSP3 SABESP ON85,60-1,53+71,2513,61M
 CSAN3 COSAN ON39,25-1,38+48,3310,41M
 AMBV4 AMBEV PN82,53-1,26+25,2328,59M
* – Lote de mil ações
1 – Em reais (K – Mil | M – Milhão | B – Bilhão)