Em mercados / politica

Bolsonaro celebra 200 dias de governo e deve anunciar pacote de estímulos em cerimônia às 16h

Grande expectativa fica para anúncio de liberação de recursos do FGTS de contas ativas e inativas 

Jair Bolsonaro e Paulo Guedes
(Alan Santos/PR)

SÃO PAULO -  O presidente Jair Bolsonaro participa nesta quinta-feira (18), às 16h (horário de Brasília), no Palácio do Planalto, de cerimônia alusiva aos seus 200 dias de governo. 

A grande expectativa fica com o pacote de medidas a ser anunciado pelo governo, principalmente sobre a liberação de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de contas ativas e inativas – medida que poderá ajudar no processo de retomada da atividade econômica. 

Contudo, de acordo com informações dos jornais desta quinta, a previsão do montante a ser liberado, porém, deve cair dos R$ 42 bilhões, previstos inicialmente, para algo em torno de R$ 30 bilhões, segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo. 

Essa mudança ocorre por determinação do ministro da Economia, Paulo Guedes, para evitar a retirada de recursos destinados à habitação, após críticas de empresários do setor da construção, que enxergaram na proposta riscos ao orçamento da área. 

Já segundo a Bloomberg,  Guedes levará duas propostas a Bolsonaro: uma
que libera cerca de R$ 40 bilhões e outra de R$ 20 bilhões, segunda uma fonte do governo. Além da permissão para saques do FGTS, governo irá liberar R$ 20 bilhões do PIS/Pasep. 

Assim, vale ressaltar, como a medida ainda está em fase de finalização, o anúncio pode atrasar para o final desta semana.

Mesmo se a liberação for maior que os R$ 30 bilhões, o governo prometeu compensar o setor de outra forma, aponta o jornal O Globo. O compromisso foi dado por integrantes do governo federal, de acordo com  presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins.

Segundo a Folha de S. Paulo, outra iniciativa que pode ser anunciada é a venda de imóveis da União. A previsão é de que ela eleve a arrecadação deste ano em até R$ 1 bilhão e, do primeiro trimestre de 2020, em mais R$ 4 bilhões. 

O pacote presidencial, afirma a publicação, também incluirá iniciativas na área social, como o programa federal Casa Dia, uma rede de atendimento, acolhimento e assistência a idosos.

O governo também deve ressaltar medidas liberais adotadas na área trabalhista, como a permissão de trabalho para setores da economia aos domingos e feriados.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos

 

 

Contato