Em mercados / politica

Hacker invade celular de Moro e troca mensagens por seis horas

Ministro da Justiça foi obrigado a cancelar a linha após receber ligação do próprio número

Sérgio Moro
(Valter Campanato/Agência Brasil )

SÃO PAULO - Um hacker invadiu o celular do ministro da Justiça, Sérgio Moro, e usou aplicativos de mensagem durante seis horas, segundo informações do Antagonista. Um dos aplicativos utilizados foi o Telegram. 

Moro foi obrigado a cancelar a linha e pedir abertura de investigação. Ele descobriu a invasão quando recebeu uma ligação de si mesmo. 

No ano passado, os ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil e Carlos Marun, da Secretaria de Governo, também foram vítimas de golpes cibernéticos. 

 

 

Contato