Em mercados / politica

Maia defende implementar capitalização somente quando economia voltar a crescer

"Podemos aprovar capitalização agora, mas deixar regulamentação para outro momento, quando Brasil voltar a crescer"

Paulo Guedes e Rodrigo Maia
(Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu nesta quarta-feira, 22, que a criação de um novo regime de capitalização para a Previdência seja aprovada agora, mas implementada apenas quando a economia brasileira voltar a crescer com solidez.

"Podemos aprovar capitalização agora, mas deixar regulamentação para outro momento, quando Brasil voltar a crescer. Capitalização como está proposta pelo governo está muito cara. Custo de R$ 400 bilhões é alto para um momento de recessão", afirmou, no Seminário Previdência, organizado pelo jornal Correio Braziliense.

Maia lembrou que a sociedade demanda saúde, educação e infraestrutura - enquanto parte significativa do gasto público se concentra na Previdência. "Também olhamos para frente, para reformas tributária e administrativa", completou.

 

Contato