Em mercados / politica

EUA podem realizar ação militar na Venezuela, diz Pompeo

De acordo com secretário de Estado, os EUA estão tentando fazer tudo para evitar a violência, como pedir aos envolvidos "não participar nesse tipo de atividade"

Mike Pompeo
(Gage Skidmore/Wikipedia)

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, indicou que uma intervenção militar na Venezuela pode ocorrer, se necessário. "O presidente (dos EUA, Donald Trump) tem sido cristalinamente claro e incrivelmente consistente: a ação militar é possível. Se é isso o que é necessário, é o que os Estados Unidos farão", disse em entrevista à emissora FOX Business, nesta quarta-feira, ao comentar sobre a nova tentativa da oposição venezuelana de derrubar o governo de Nicolas Maduro.

De acordo com ele, os EUA estão tentando fazer tudo para evitar a violência, como pedir aos envolvidos "não participar nesse tipo de atividade". "Nós preferiríamos uma transição pacífica do governo lá, onde Maduro vai embora e uma nova eleição será realizada", afirmou.

Pompeo também comentou sobre uma declaração de Trump desta terça-feira no Twitter na qual disse que "se a tropas e a milícia cubanas não cessarem as operações militares e outras com o propósito de provocar mortes e destruição à Constituição da Venezuela, um total e completo embargo, junto com sanções do nível mais alto, serão colocadas à ilha de Cuba".

De acordo com o secretário de Estado dos EUA, além das ações já tomadas pela administração Trump para acabar com o apoio de Cuba, "há mais que continuaremos a trabalhar", disse. Segundo ele, o mesmo será feito com os russos. "Como o presidente [Trump] disse: eles precisam ir. E os russos precisam ter o custo por essa corrida", afirmou.

 

Contato