Em mercados / politica

Mourão vai à China em maio atrás de novos investimentos

Segundo fonte a par da agenda da viagem ouvida pela Bloomberg, o foco será negociar a concessão de projetos de infraestrutura, em área como rodovias, ferrovias e portos

Mourão
(Valter Campanato/Agência Brasil )

(Bloomberg) -- O vice-presidente Hamilton Mourão irá à China na última semana de maio para reunião bilateral com seu contraparte Wang Qishan. Segundo fonte a par da agenda da viagem, o foco será negociar a concessão de projetos de infraestrutura, em área como rodovias, ferrovias e portos.

Mourão tem visão pragmática dentro do governo sobre a necessidade de manter boa relação com a China, alinhado com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina.

O encontro servirá para reativar a Comissão Sino-Brasileira de Alto Nível, criada em 2004. Ela estava suspensa desde o impeachment de Dilma Rousseff por questão formal, já que os vices dos dois países presidem este colegiado e o Brasil estava sem representante desde 2016.

Na ida a China, Mourão fará escalas na Alemanha e na Itália para encontros com investidores e integrantes dos dois governos.

O presidente Jair Bolsonaro aceitou convite do governo chinês para visita oficial ao país no segundo semestre, em data ainda não divulgada.

Invista melhor o seu dinheiro. Abra uma conta gratuita na XP

 

Contato