Em mercados / politica

Bebianno caiu. E não há nada de positivo nisso para o governo Bolsonaro

Ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno será exonerado oficialmente pelo presidente Jair Bolsonaro na segunda-feira

Gustavo Bebianno
(Valter Campanato/Agência Brasil)

Após uma intensa crise política envolvendo denúncias de candidaturas laranjas no PSL e acusações feitas por seu filho Carlos, o presidente Jair Bolsonaro decidiu exonerar Gustavo Bebianno, até então ministro da Secretaria-Geral da Presidência.

A saída deverá ser formalizada na próxima segunda-feira (18), mas já foi decidida em uma reunião entre Bebianno, Bolsonaro e outros ministros.

O ideal teria sido o presidente Jair Bolsonaro e o ministro Bebianno entrarem em acordo e a crise ser superada com todos em seus empregos e trabalhando pelas reformas. Mas esse é o mundo ideal.

No mundo real, Bolsonaro tem a primeira baixa em seu ministério com 45 dias de governo. Dizer que o Presidente perde um Ministro talvez soe forte, já que ele próprio endossou a fritura de seu ministro iniciada por seu filho no Twitter.

É difícil encontrar forma de ver como Bebianno fora do governo seria positivo. Hamilton Mourão, Rodrigo Maia, Davi Alcolumbre e várias outras personalidades defenderam o ministro entre ontem e hoje. Não é pouca coisa.

É uma certeza que a mídia e adversários do governo começarão a testar e especular o quão vocacionado para o silêncio é o futuro ex-ministro.

Se o foco dos cálculos políticos dentro e fora do governo tem a ver com aprovar a reforma da previdência, não pode ser positivo demitir em processo tão controverso alguém endossado pelos aliados no Congresso.

Se o foco são reformas, faltou então um toque mais cirúrgico na operação de demissão do Ministro para que as atenções não fiquem dispersas.

O assunto do fim de semana será a crise, não a discussão da reforma. Difícil ver o lado positivo deste processo, portanto.

O governo criou sozinho uma crise para chamar de sua. A continuar - não imaginamos que continuarão - desse jeito, a oposição do PT será até supérflua no longo prazo.

Proteja-se das instabilidades: abra uma conta de investimentos na XP - é de graça!

 

Contato