Em mercados / politica

Bolsonaro cancela entrevista coletiva no Fórum Econômico de Davos

A coletiva de imprensa era muito aguardada por agentes econômicos e pela imprensa, em meio à expectativa de detalhes sobre a reforma da Previdência

Jair Bolsonaro
(Alan Santos/PR)

SÃO PAULO - Um dia após o rápido discurso de estreia no Fórum Econômico Mundial, em Davos (Suíça), presidente Jair Bolsonaro decidiu cancelar uma entrevista coletiva que concederia a jornalistas 40 minutos antes de ela acontecer. As informações foram dadas pela Folha de S.Paulo.

Segundo a publicação, a notícia pegou a equipe do Fórum de surpresa. A coletiva de imprensa era muito aguardada por agentes econômicos e pela imprensa, em meio à expectativa de detalhes sobre a reforma da Previdência e da sinalização dada pelo ministro Paulo Guedes (Economia) sobre a tributação de dividendos e juros sobre o capital próprio como compensação em um plano de redução da carga tributária.

Bolsonaro se reuniu com o presidente da Suíça, Ueli Mauer, e com o ex-premiê britânico, Tony Blair, após almoçar com investidores. De acordo com a reportagem, repentinamente, o presidente tomou o caminho de volta a seu hotel em vez de se dirigir ao centro de imprensa, onde falaria acompanhado de Guedes e de Sérgio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública.

O Itamaraty confirmou o cancelamento, mas não revelou a causa.

Seja sócio das maiores empresas da bolsa com TAXA ZERO de corretagem! Clique aqui e abra uma conta na Clear!

 

Contato