Em mercados / politica

Aprovação de Moro supera a de Bolsonaro; Paulo Guedes tem 46% de avaliação positiva, mostra pesquisa

Ministro que se tornou ícone da operação Lava Jato é avaliado negativamente por apenas 17% dos brasileiros. "Posto Ipiranga" na Economia, Guedes recebeu nota superior à do ex-presidente Lula

Jair Bolsonaro e Sérgio Moro
(Valter Campanato/Agência Brasil)

SÃO PAULO - Apesar de algumas derrotas políticas sofridas na versão final do decreto que flexibilizou a posse de armas em todo o país, o ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública) conta com um nível de aprovação popular superior ao do próprio presidente Jair Bolsonaro. Segundo pesquisa XP/Ipespe, realizada entre os dias 9 e 11 de janeiro, o ex-magistrado é avaliado positivamente por 67% dos brasileiros, 7 pontos percentuais a mais que o mandatário. O levantamento é o terceiro da série feita com a população após as eleições e contou com 1.000 entrevistas telefônicas. A margem de erro é de 3,2 p.p..

Leia também: Otimismo com Bolsonaro chega a 63%; lua de mel também melhora avaliação do Congresso, mostra XP/Ipespe

De acordo com o levantamento, Moro é avaliado negativamente por apenas 17% dos brasileiros. O ministro, que se tornou um dos maiores ícones da operação Lava Jato, é a personalidade política com melhor avaliação entre um grupo de 11 figuras testadas entre os entrevistados. Seu principal antagonista, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ocupa a quarta posição, com 43% de avaliação positiva e 28% de negativa. Preso há mais de nove meses após ser condenado em segunda instância por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o petista aparece com índices piores que os de Bolsonaro e o ministro Paulo Guedes (Economia).

Na ponta oposta, os nomes com os mais elevados níveis de avaliação negativa são Fernando Haddad (PT), ex-prefeito de São Paulo e candidato derrotado à presidência nas últimas eleições; Ciro Gomes (PDT), ex-governador do Ceará e também presidenciável no último pleito; o senador Eunício Oliveira (MDB-CE), derrotado nas últimas eleições em sua tentativa de recondução no cargo; e o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), atual presidente da Câmara e candidato à recondução ao cargo.

Outros nomes do atual governo, como o vice-presidente general Hamilton Mourão e o ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil), dividem as posições intermediárias do ranking com o governador de São Paulo João Doria (PSDB). O gráfico abaixo apresenta os detalhes do desempenho de cada personalidade testada:

ipespe1701g

A pesquisa XP/Ipespe também ouviu a nota dos entrevistados às personalidades listadas. Sérgio Moro aparece com uma média de 7,3 – 0,6 a mais que Bolsonaro. Já o ministro Paulo Guedes recebeu nota média de 6,1 – superando Lula também em 0,6. O ex-presidente aparece empatado com o general Mourão, com 5,5. Na lanterna, o senador Eunício Oliveira ficou com nota 3,8. Veja os detalhes abaixo:

ipespe1701h

Confira a íntegra da pesquisa clicando aqui.

Metodologia

A pesquisa XP/Ipespe foi feita por telefone, entre os dias 9 e 11 de janeiro, e ouviu 1.000 entrevistados de todas as regiões do país. Os questionários foram aplicados "ao vivo" por entrevistadores e submetidos a verificação posterior em 20% dos casos. A amostra representa a totalidade dos eleitores brasileiros com acesso à rede telefônica fixa (na residência ou trabalho) e a telefone celular, sob critérios de estratificação por sexo, idade, nível de escolaridade, renda familiar etc.

O intervalo de confiança é de 95,45%, o que significa que, se o questionário fosse aplicado mais de uma vez no mesmo período e sob mesmas condições, esta seria a chance de o resultado se repetir dentro da margem de erro máxima, estabelecida em 3,2 pontos percentuais.

O Ipespe realiza pesquisas telefônicas desde 1993 e foi o primeiro instituto no Brasil a realizar tracking telefônico em campanhas eleitorais, a partir de 1998. O instituto tem como presidente do conselho científico o sociólogo Antonio Lavareda e na diretoria executiva, Marcela Montenegro.

Seja sócio das maiores empresas da bolsa com TAXA ZERO de corretagem! Clique aqui e abra uma conta na Clear!

 

Contato