Em mercados / politica

Ciro Gomes diz ter "desprezo total" e que não fará campanha para o PT "nunca mais"

O pedetista disse ter votado "contra a intolerância" e "a favor da democracia", mas que Jair Bolsonaro (PSL) tem mais chances de sair vitorioso

Ciro Gomes
(Reprodução/Facebook)

SÃO PAULO - Ciro Gomes (PDT), que ficou em terceiro lugar na disputa presidencial, disse que não fará campanha para o PT "nunca mais". A declaração foi dada a jornalistas que aguardavam o ex-candidato na escola em que vota. 

"Desde a primeira hora, eu tomei posição. Eu não quero é fazer campanha com o PT nunca mais", disse.

Questionado sobre a ausência na campanha de Fernando Haddad (PT), ele disse que tomou uma posição coerente com o que vinha defendendo no primeiro turno e que não deve qualquer gratidão ao PT. "Ao PT? Desprezo total", afirmou. 

Sobre seu posicionamento nas urnas, o pedetista disse ter votado "contra a intolerância" e "a favor da democracia", mas que Jair Bolsonaro (PSL) tem mais chances de sair vitorioso. Independente do resultado, Ciro disse que fará oposição a qualquer um dos candidatos que saia vitorioso.

No sábado (27), Ciro postou um vídeo de pouco mais de 2 minutos para informar ao eleitorado que não apoiaria a candidatura de Haddad. Segundo ele, “uma razão muito prática”, a qual não revelou, o impede de assumir posição na véspera do segundo turno.

Proteja seu dinheiro e conte com assessoria gratuita para seus investimentos: abra uma conta de investimentos na XP com taxa ZERO para TED e manutenção de conta! 

“Nada de medo. Não será com medo que nós vamos enfrentar o que quer que venha por aí. Vocês sabem que estarei na linha de frente para enfrentar o que quer que seja", acrescentou 

Confira o vídeo:

 

Contato