Em mercados / politica

Bolsa terá 3 "Joesley Days" se Haddad for eleito, diz gestor

O Ibovespa já reflete o otimismo do mercado, mas tudo pode ir por água abaixo caso as urnas se mostrem contrárias

SÃO PAULO - As pesquisas eleitorais estão apontando uma vitória de Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno das eleições que acontece neste domingo (28). Por acreditarem que é o candidato mais reformista e comprometido com a agenda de austeridade fiscal, analistas e investidores seguem otimistas. Mas e se o jogo virasse e Fernando Haddad (PT) colocasse a faixa de presidente? Como acordaria o mercado na segunda-feira?

Em entrevista ao programa Papo com GestorBernardo Zerbini, gestor da AZ Quest, afirmou que resultado seria “uns dois, três Joesley Days”, diz referindo-se ao dia 18 de maio de 2017, quando houve a divulgação de áudios entre o dono da JBS, Joesley Batista, e o presidente Michel Temer (MDB). Na data, o Ibovespa afundou 8,80% e acionou o circuit breakerConfira a entrevista completa aqui.

Desde a última semana de setembro, quando Bolsonaro começou a avançar nas pesquisas eleitorais, o Ibovespa tem se valorizado. Em outubro, por exemplo, já sobe 7%. Tudo, porém, iria por água abaixo caso o resultado das urnas fosse diferente.

Zerbini explica que se Haddad vencer as eleições, haverá uma queda muito brusca do Ibovespa, acionando um circuit breaker tanto na bolsa, quanto nos juros e no câmbio. Circuit breaker é uma ferramenta de segurança utilizada para interromper as operações e dar um tempo para 'acalmar' o mercado. Quando ocorrem fortes quedas nos preços das ações, como no “Joesley Day”, por exemplo, ela é acionada.

Quando o Ibovespa apresenta uma queda superior a 10%, o primeiro circuit breaker é acionado e as atividades são interrompidas por 30 minutos. O mesmo movimento acontece quando as operações forem reabertas e houver uma continuidade da queda, seja ela acumulada em 15% ou em 20%, podendo estender o tempo de suspensão das operações para no mínimo uma hora. Se após a segunda paralisação o Ibovespa estender a queda para 20%, as negociações são interrompidas e voltam apenas no próximo pregão

A hora de investir na Bolsa é agora: abra uma conta na Clear com taxa ZERO de corretagem!

Para acionar o circuit breaker, o Ibovespa, que já subiu muito e está na casa dos 84.500 pontos, teria que recuar para os 76.050 pontos - o que não seria muita coisa, visto que estávamos nesse patamar há dois meses. O problema, porém, seria após o circuit breaker. “A reação seria imensurável”, afirma Zerbini.

Na opinião de Sergio Silva, também gestor na AZ Quest, a reação negativa do mercado está relacionada ao fato das propostas de Haddad serem contrárias às esperadas pelo investidores para “colocar a economia de volta nos trilhos”.

“São ideias de um modelo que está esgotado. Não é que o PT não seja capaz de fazer uma reforma, mas a dúvida que temos é se a reforma que eles estariam dispostos a fazer seria na intensidade que a gente precisa para migrarmos de um modelo que faliu”, diz.

Agora você pode acompanhar o Papo com Gestor também no Spotify! Clique aqui para ouvir o programa ou faça o download pelo player abaixo:

 

Contato