Em mercados / politica

"Tem meu voto": Ferramenta ajuda eleitor a decidir em quais candidatos votar nas eleições

"Tem meu voto"  permite que os eleitores deem "match" nos candidatos, ou seja, que encontrem os nomes com propostas que tenham mais afinidade com o que pensam

Tem meu voto
(Reprodução)

SÃO PAULO - Entra eleição, sai eleição, e algumas questões seguem sempre muito parecidas. Enquanto as discussões sobre em quem votar para cargos executivos, como presidente e governador, ganham força, a escolha de deputados e senadores fica em segundo plano para a maior parte dos eleitores. Além disso, os candidatos a esses cargos muitas vezes têm pouco tempo de TV e rádio para apresentarem suas propostas, o que torna a escolha ainda mais difícil.

Pensando em facilitar a escolha para o eleitor, 17 organizações voltadas para a renovação política desenvolveram uma ferramenta chamada "Tem Meu Voto" (para acessar, clique aqui), que é considerada uma espécie de "Tinder das eleições", permitindo que os eleitores deem "match" nos candidatos, ou seja, que encontrem os nomes que mais tenham afinidade. 

Isso porque a plataforma ajuda o eleitor a identificar quais candidatos mais se aproximam da sua visão política - essa comparação de perfil se dá através de um breve questionário de 7 perguntas, feito após ser questionado o estado em que a pessoa irá votar.

A cada resposta, uma seleção dos candidatos alinhados com o que o eleitor acredita aparece na tela. "Quando chegar em 10 candidatos finalistas, o sistema disponibilizara´ informações indispensáveis sobre cada um: partido, mini biografia, sites oficiais, processos e condenações (quando houver), prioridades, posição ideológica, entre outras", destaca a plataforma.

Também é possível procurar diretamente pelos candidatos, "favoritar" os que você já pensa em votar e até imprimir e compartilhar a lista dos nomes, com a ordem certa para o dia da votação (deputado estadual, deputado federal, senador 1 e senador 2). 

As informações para o "Tem Meu Voto" foram coletadas de sites como da Justiça Eleitoral e do sistema DivulgaCand (Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais do TSE). Além disso, foram usados dados fornecidos pelos próprios candidatos –como propostas para o exercício do mandato, prioridades e minibiografia.

Idealizada por um grupo de liberais e 17 organizações - como Livres, RenovaBR, Ranking dos Políticos e o Agora! - a ferramenta conta com profissionais de áreas diversas, como  jornalismo, tecnologia da informação, ciências sociais, design e redes sociais.

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

 

Contato