Em mercados / politica

Bolsonaro lidera corrida eleitoral com 25% e 4 candidatos disputam 2º lugar, diz pesquisa

O presidenciável viu sua intenção de voto aumentar 4 pontos percentuais desde a pesquisa anterior, divulgada em 13 de agosto

Candidatos
(Reprodução)

SÃO PAULO - O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, lidera a corrida eleitoral com 25% da preferência do eleitorado, segundo pesquisa encomendada pela RecordTV ao Instituto RealTime Big Data e divulgada na noite da última quarta-feira (12). O presidenciável viu sua intenção de voto aumentar 4 pontos percentuais desde a pesquisa anterior, divulgada em 13 de agosto. 

Faltando apenas um mês para o primeiro turno, a disputa pela segunda colocação continua acirrada, com quatro candidatos embolados: Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede) com 11%, seguidos por Geraldo Alckmin (PSDB), com 9%, e Fernando Haddad (PT), com 7%. Como a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais e para menos, os quatro candidatos estão tecnicamente empatados.

Veja os resultados:

Jair Bolsonaro (PSL): passou de 21% para 25%.
Ciro Gomes (PDT): de 8% para 11%.
Marina Silva (REDE): de 11% para 11%.
Geraldo Alckmin (PSDB): de 9% para 9%.
Fernando Haddad (PT): de 6% para 7%.
Álvaro Dias (PODE): de 5% para 4%.
João Amoêdo (NOVO): de 1% para 3%.
Henrique Meirelles (MDB): de 1% para 2%.
Guilherme Boulos (PSOL): manteve 1%.
Outros candidatos: de 0% para 1%.
Nulo/Branco: de 21% para 13%.
Indecisos: de 16% para 13%.

Segundo turno

Nos quatro cenários simulados de segundo turno, Bolsonaro aparece tecnicamente empatado com Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB) - perdendo numericamente para os dois candidatos -, e com Fernando Haddad (PT), aparecendo numericamente à frente do petista. Bolsonaro passou de 39% para 36% e Haddad subiu de 25% para 33%.

Na disputa com Ciro Gomes, Bolsonaro caiu de 38% para 34% e o candidato do PDT avançou de 33% para 37%. Contra Marina, Bolsonaro caiu de 37% para 34% e a presidenciável da Rede subiu de 41% para 46%. Alckmin subiu de 35% para 38% e Bolsonaro caiu de 39% para 35%.

O levantamento contou com 3.200 entrevistas realizadas de 7 a 9 de setembro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número BR-05291/2018.

Quer proteger seus investimentos das incertezas das eleições? Clique aqui e abra sua conta na XP Investimentos

 

Contato