Em mercados / politica

Nem Previdência, nem reforma tributária: os brasileiros querem reforma política

Pesquisa XP/Ipespe mostra que a taxa é ainda maior entre os eleitores que hoje declaram apoio ao senador Álvaro Dias ou ao deputado Jair Bolsonaro

Votação denúncia Temer Câmara
(Wilson Dias/Agência Brasil)

SÃO PAULO - A reforma mais importante para o Brasil não diz respeito aos sistemas previdenciário ou tributário. Pelo menos essa é a avaliação da maioria dos eleitores ouvidos pela última pesquisa XP/Ipespe, realizada entre 30 de julho e 1º de agosto. Segundo a pesquisa, para 54% dos entrevistados, a prioridade na agenda nacional deveria ser a reforma política. O levantamento mostra que a taxa é ainda maior entre os eleitores que hoje declaram apoio ao senador Álvaro Dias (Podemos) ou ao deputado Jair Bolsonaro (PSL): 64% e 60%, respectivamente.

A segunda reforma mais apontada pelos eleitores é a previdenciária, com 28% das indicações, sendo que Marina Silva (Rede) e Geraldo Alckmin (PSDB) contam com maior participação deste grupo sobre o total de apoiadores que cada um possui, ambos com taxas de 34%. A reforma tributária é prioridade para 12% dos eleitores, taxa que cresce entre os apoiadores de Ciro Gomes (PDT), Álvaro Dias e Geraldo Alckmin.

As tabelas abaixo destacam as avaliações dos eleitores sobre as principais reformas e como os posicionamentos se distribuem entre os apoiadores de cada candidato:

1) Quais reformas você considera mais importantes?

ipespe1

2) Você é a favor ou contra a reforma política?

ipespe2

3) Você é a favor ou contra a reforma da Previdência?

ipespe3

4) Você é a favor ou contra uma reforma tributária?

ipespe4

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

 

Contato