Em mercados / politica

PT e PSB caminham para acordo em eleição; Ciro Gomes corre risco de isolamento

Pelo acordo, o PT deverá retirar a candidatura de Marília Arraes ao governo de Pernambuco, facilitando o caminho de Paulo Câmara à reeleição pelo governo do Estado

Gleisi Hoffmann e Lula
(Ricardo Stuckert)

SÃO PAULO - Após idas e vindas, os presidentes do PT, Gleisi Hofmann, e PSB, Carlos Siqueira, estão perto de anunciar um acordo para a corrida presidencial. Conforme noticia a jornalista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S.Paulo, os socialistas devem ficar neutros na disputa, negando apoio a Ciro Gomes (PDT), que hoje disputa eleitorado na esquerda com os petistas. O anúncio pode ocorrer ainda nesta quarta-feira (1).

Pelo acordo, o PT deverá retirar a candidatura de Marília Arraes ao governo de Pernambuco, facilitando o caminho de Paulo Câmara à reeleição pelo governo do Estado. Em troca, o PSB retira a candidatura de Márcio Lacerda ao governo mineiro. As duas legendas devem firmar aliança em 11 estados, sem compromisso formal nacional.

O resultado não é exatamente o que desejava o PT, mas ao menos evita uma aliança entre os socialistas e Ciro Gomes. Se confirmada, esta pode ser mais uma derrota da candidatura do pedetista, preterido pelos partidos do chamado "blocão", que firmaram aliança com Geraldo Alckmin (PSDB).

 

Contato