Em mercados / politica

Bolsonaro lança candidatura e diz: "sou patinho feio dessa história, mas seremos bonitos brevemente"

Em convenção do PSL, o candidato ainda fez discurso acenando às mulheres, fatia do eleitorado em que tem menor aceitação

Jair Bolsonaro
(Agência Câmara)

O PSL (Partido Social Liberal) oficializou a candidatura do deputado federal Jair Bolsonaro à Presidência da República em convenção nacional neste domingo, no Rio de Janeiro.

Em discurso, Bolsonaro afirmou não ser "salvador da pátria" e que é o "patinho feio dessa história". E completou: "mas que tenho certeza: seremos bonitos brevemente". 

"O que está em jogo nesse momento que se aproxima é o destino dessa grande nação chamada Brasil", afirmou o agora candidato. "Ele também diz que vem causando "desconforto naquilo que chamam de establishment", disse.

O candidato ainda fez discurso acenando às mulheres, fatia do eleitorado em que tem menor aceitação. "Todos nós viemos de um ventre de uma mulher. Sequer teríamos nascido se não fosse pelo amor delas."

Sob gritos de “Mito!” e “Eu vim de graça!”, Bolsonaro criticou novamente o acordo de Geraldo Alckmin (PSDB) com o Centrão. "Alckmin uniu a escória da política brasileira", afirmou, sobre a aliança que levará o tucano a ter o maior tempo de TV entre os presidenciáveis. Por outro lado, Bolsonaro falou que há membros desses partidos do chamado Centrão que estão do lado dele: "pelo menos 40%". 

"O Brasil não aguenta mais 4 anos de PT ou PSDB. Vamos unir esse Brasil, brancos e negros, homos e héteros, nordestinos e sulistas, ricos e pobres, patrões e empregados", afirmou.

Bolsonaro disse ainda que foi "montando seu exército" ao longo do tempo, com as viagens pelo Brasil, e que a "caçula da turma" é Janaina Paschoal. A advogada também discursou e, cotada para vice, disse que "está dialogando" sobre compor a chapa presidencial. 

Leia mais:
- Pesquisa XP: sem Lula, Bolsonaro lidera com pelo menos 8 pontos de vantagem
Janaína dialoga para ser vice de Bolsonaro: os destaques da convenção da PSL

Jair Messias Bolsonaro, 63 anos, foi o candidato a deputado federal mais votado no Rio de Janeiro, nas eleições de 2014, com 464 mil votos. Casado três vezes, tem cinco filhos e uma carreira de 25 anos ininterruptos no Congresso.

Confira a análise da XP Política sobre a convenção:

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

 

Contato