EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em mercados / politica

Resultados das pesquisas eleitorais para presidente XP/Ipespe

Toda sexta-feira, InfoMoney divulga com exclusividade levantamento para a corrida presidencial; veja aqui a série histórica

Eleições 2018

SÃO PAULO - Desde maio, a XP Investimentos contrata o Ipespe (Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas) para a realização de pesquisas semanais sobre a corrida presidencial. A série de levantamentos é divulgada com exclusividade pelo InfoMoney toda sexta-feira, às 10h30 (horário de Brasília), e tem por finalidade monitorar a preferência dos eleitores, assim como o desempenho dos candidatos e tendências ao longo da disputa.

Para acessar os relatórios (em inglês) de todas as pesquisas realizadas, basta clicar nos links abaixo:

- 1ª e 2ª Semanas: de 15 a 18/05 e de 21 a 23/05
- 3ª Semana: de 04 a 06/06
- 4ª Semana: de 11 a 13/06
- 5ª Semana: de 18 a 20/06
- 6ª Semana: de 25 a 27/06
- 7ª Semana: de 02 a 04/07
- 8ª Semana: de 09 a 11/07
9ª Semana: de 16 a 18/07
- 10ª Semana: de 23 a 25/07
- 11ª Semana: de 30/07 a 01/08
12ª Semana: de 06 a 9/08
- 13ª Semana: de 13 a 15/08

Para ter acesso à estratificação dos votos dos principais candidatos em cada um dos cenários de primeiro turno testados, clique aqui.

Também foi feita pesquisa XP/Ipespe para o governo de São Paulo. Clique aqui para acessar.

Para ver a disputa presidencial entre os eleitores do estado de São Paulo, clique aqui.

Metodologia

As pesquisas XP/Ipespe são realizadas semanalmente por telefone, com 1.000 entrevistados em todas as regiões do país. Os questionários são aplicados "ao vivo" por entrevistadores (com aleatoriedade na leitura dos nomes dos candidatos nas perguntas estimuladas) e submetidos a fiscalização posterior em 20% dos casos para verificação das respostas. A amostra representa a totalidade dos eleitores brasileiros com acesso à rede telefônica fixa (na residência ou trabalho) e a telefone celular, sob critérios de estratificação por sexo, idade, nível de escolaridade, renda familiar etc.

O intervalo de confiança é de 95,45%, o que significa que, se o questionário fosse aplicado mais de uma vez no mesmo período e sob mesmas condições, esta seria a chance de o resultado se repetir dentro da margem de erro máxima, estabelecida em 3,2 pontos percentuais. Os levantamentos são divulgados às sextas-feiras, pela manhã, neste mesmo espaço, com registro prévio no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), em acordo com a legislação eleitoral. O fluxo de divulgação pode ser alterado em situações excepcionais.

A partir da primeira semana de agosto, a amostra aumenta para 2.000 entrevistas por semana, o que é compatível com uma margem de erro de 2,2 pontos percentuais. Ao final do projeto, terão sido realizadas 36 mil entrevistas em todo o território nacional.

O questionário é elaborado pela equipe de análise política da XP Investimentos em parceria com a equipe técnica do Ipespe e se divide em duas partes: 1) Eleitoral: Pergunta espontânea e cenários de primeiro e segundo turno; 2) Exploratória: Perguntas diversas para melhor compreensão do eleitorado, com objetivo de identificar tendências e tentar antecipá-las.

O Ipespe realiza pesquisas telefônicas desde 1993 e foi o primeiro instituto no Brasil a realizar tracking telefônico em campanhas eleitorais, a partir de 1998. O instituto tem como presidente do conselho científico o sociólogo Antonio Lavareda e na diretoria executiva, Marcela Montenegro.

Em entrevista ao InfoMoney, Lavareda explicou as diferenças de metodologias adotadas pelos institutos de pesquisa e defendeu a validade de levantamentos feitos tanto presencialmente quanto por telefone, desde que em ambos os casos procedimentos metodológicos sejam seguidos rigorosamente, com amostras bem construídas e ponderações bem feitas. Veja as explicações do sociólogo:

Contato