Em mercados / politica

Bolsonaro detalha seu plano "liberal" de governo e projeta segundo turno contra candidato do PT

Deputado carioca fala também sobre privatizações e reformas estruturais

Jair Bolsonaro
(Wilson Dias/ Agência Brasil )

SÃO PAULO - Líder das pesquisas de intenção de votos sem a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o pré-candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, detalhou seu plano de governo caso seja vitorioso em outubro. O deputado carioca fez questão de ressaltar o viés liberal do seu governo, baseado em reformas e privatizações, como acredita que vai para o segundo turno contra um candidato que tiver o apoio do PT.

Bolsonaro afirmou que manterá a política do teto de gastos públicos adotada pelo governo de Michel Temer, mas trabalhará para aprovar uma reforma da Previdência mais gradual do que a proposta pelo presidente, iniciando sua empreitada pelo regime do funcionalismo público, onde se concentram os privilégios. Sobre privatizações, das 149 estatais que existem hoje, o deputado carioca acredita que 2/3 devem ser extintas e o restante privatizada, com exceção das consideradas estratégicas para o Estado, como no caso de Petrobras e Eletrobras.

Sobre o rumo das eleições deste ano, o pré-candidato do PSL acredita que disputará o segundo turno contra um candidato que tiver o apoio do PT, como também avalia que herdará o apoio prestado até agora ao ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, que ontem desistiu da corrida presidencial. Segundo ele, será um movimento natural já que o público parecido, pois são eleitores que votam contra a corrupção.

Com relação as indicações, Bolsonaro destacou que indicará para o STF juristas com o mesmo perfil de Sérgio Moro, um dos principais símbolos da Lava Jato, como também abrirá o sigilo dos contratos do BNDES, alvo de muitas críticas durante o governo do PT: "o meu será o pior plano de governo do país porque será verdadeiro e não o dos marqueteiros, que são uma maravilha mas inexequíveis", afirmou.

 

Contato