Em mercados / politica

Bolsonaro lidera corrida à presidência em cenário sem Lula, mostra pesquisa; Marina e Barbosa empatam em 2º

Bolsonaro fica com 20,5%, seguido por Marina Silva, com 12%, segundo levantamento feito pelo Instituto Paraná; em terceiro, tecnicamente empatado com Marina, está Barbosa, com 11%

Jair Bolsonaro
(Wilson Dias/ Agência Brasil )

SÃO PAULO - Uma pesquisa feita pelo Instituto Paraná mostra o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) na frente na disputa presidencial em um cenário sem o ex-presidente Lula. 

Bolsonaro fica com 20,5%, seguido por Marina Silva (Rede-AC), com 12%. Em terceiro, tecnicamente empatado com Marina, está Joaquim Barbosa (PSB-RJ), com 11%.

A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança. O levantamento ouviu, entre os dias 27 de abril e 2 de maio, 871 pessoas, em 137 municípios de 26 unidades da federação, nas cinco regiões do país. 

Após Barbosa, Ciro Gomes (PDT) aparece com 9,7% das intenções de voto, seguido por Geraldo Alckmin (PSDB), com 8,1%, Álvaro Dias (PODE), com 5,9%, Fernando Haddad (PT), com 2,7% e Manuela D’Ávila (PC do B), com 2,1%. O presidente Michel Temer tem 1,7% das intenções de voto e Flávio Rocha aparece com 1%

Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), João Amoêdo (Novo) e Rodrigo Maia (DEM) foram citados, mas não tiveram 1% das intenções de voto cada.

O levantamento também perguntou sobre a intenção de votar num candidato apoiado por Lula. 61,2% disseram que não irão votar em quem o petista indicar, 23,4% disseram que apoiariam, enquanto 14,1% afirmaram que depende do candidato. 1,3% não sabe ou não quis opinar. Lula está em primeiro nas intenções de voto para presidente, com 27% do eleitorado.

O Instituto também fez perguntas em que analisam a rejeição aos candidatos. Barbosa aparece com a menor rejeição, com 45,5% respondendo que não votariam nele. Já os políticos mais rejeitados são Haddad, com 66,1%, seguido por Alckmin, com 61,3% e Ciro Gomes que aparece com 55%. Marina Silva tem 51,5% de rejeição e Bolsonaro aparece com 49,6%. 

Quer saber mais sobre o cenário político e como se aproveitar dele? Clique aqui e assine o Mapa Político

 

 

Contato