Em mercados / politica

Senador defende novo pedido de impeachment contra Temer após caso envolvendo filha

"Isso para mim é prova explícita de corrupção. Deixa inequívoco o envolvimento de Temer no recebimento de propina", afirmou

Michel Temer
(Lula Marques/AGPT/FotosPúblicas)

SÃO PAULO - O líder da Rede Sustentabilidade no Senado, senador Randolfe Rodrigues (AP), afirmou nesta quinta-feira (12) que a oposição deve apresentar um novo pedido de impeachment contra Michel Temer após acusações envolvendo propina para a obra de uma das filhas do presidente.

De acordo com informações da Folha de S. Paulo, a arquiteta Maria Rita Fratezi, mulher do coronel João Baptista Lima Filho, amigo de Michel Temer, pagou, em dinheiro vivo, despesas de reforma na casa de uma das filhas do presidente, segundo relato de um dos fornecedores da obra ao jornal. A Polícia Federal, conforme o jornal apurou, investiga a obra no imóvel da psicóloga Maristela Temer sob a suspeita de que tenha sido bancada com propinas da JBS.

"Isso para mim é prova explícita de corrupção. Deixa inequívoco o envolvimento de Temer no recebimento de propina", afirmou o senador. Na mesma linha, o senador Alvaro Dias (Podemos/PR), pré-candidato à Presidência da República, disse que as informações são mais um complemento para as acusações já formuladas contra Temer: "que há sintoma de irregularidade, não há duvida. Isso alimenta todo o dossiê desse escândalo e robustece convicções", afirmou.

 

Contato