Em mercados / politica

Mansueto no ministério da Fazenda agradaria Bolsonaro, diz conselheiro

Questionado pelo InfoMoney, o atual secretário da Seae afirmou que está no governo a convite de Meirelles e que, depois de 2018, deverá voltar a ser pesquisador do Ipea 

Jair Bolsonaro
(Reprodução)

SÃO PAULO - Com o passar dos dias, a equipe econômica do presidenciável Jair Bolsonaro, atualmente deputado federal pelo PSC-RJ, começa a ganhar forma, com destaque para o nome do economista Adolfo Sachsida. 

Em entrevista o jornal Valor Econômico, Sachsida, que é pesquisador do Ipea e tem encontrado frequentemente Bolsonaro (que ainda enfrenta muitas resistências do mercado sobre as suas propostas econômicas), destacou que o presidenciável tem se mostrado um defensor das ideias liberais. 

Inclusive, Sachsida apontou um nome que o deputado consideraria para o ministério da Fazenda caso seja eleito. O economista destacou Mansueto Almeida, atualmente à frente da Seae (Secretaria de Acompanhamento Econômico) do Ministério da Fazenda, que publicou uma nota segundo a qual o governo federal concedeu R$ 723 bilhões em subsídios entre 2007 e 2016. Almeida é visto como nome que agradaria Bolsonaro na Fazenda. 

Já para o Estadão, o pesquisador destacou: "eu já falei para Bolsonaro que, em um eventual governo, ele deveria manter boa parte da equipe econômica atual e nomear para ministro da Fazenda o Mansueto”. 

Questionado pelo InfoMoney sobre a fala de Sachsida, Mansueto afirmou que está no governo de Michel Temer a convite do atual ministro da Fazenda, Henrique Meirelles e que, depois de 2018, deverá voltar a ser pesquisador do Ipea. 

 

Contato