Em mercados / politica

Moro condena Palocci a 12 anos de reclusão por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro

O ex-assessor de Palocci Branislav Kontic foi absolvido dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro por falta de prova suficiente de autoria ou participação

Antonio Palocci
(Wikimedia Commons)

SÃO PAULO - O ex-ministro Antonio Palocci foi condenado pelo juiz federal Sérgio Moro a 12 anos e 2 meses de reclusão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato. A decisão é desta segunda-feira (26). 

O ex-assessor de Palocci Branislav Kontic foi absolvido dos crimes a ele imputados – corrupção e lavagem de dinheiro – por falta de prova suficiente de autoria ou participação. 

O processo investigava se o ex-ministro teria recebido propina para atuar em favor do Grupo Odebrecht, entre 2006 e 2013, interferindo em decisões tomadas pelo governo federal.

 

 

 

 

Contato