Em mercados / politica

Vice-líder do governo chama Cunha de "bandido", "corrupto" e "psicopata"

Após ser informado por jornalistas de que havia sido chamado de "piada" por Cunha, Costa reagiu e chegou a dizer que o presidente da Câmara era "bandido" e "criminoso"

Eduardo Cunha
(Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil)

SÃO PAULO - Hoje o dia foi agitado no Congresso. Após a discussão entre Ronaldo Caiado e o ministro Eduardo Braga, a Câmara dos Deputados também foi palco de uma discussão calorosa, desta vez entre Sílvio Costa (PSC-PE) e o presidente da Casa, Eduardo Cunha.

Após ser informado por jornalistas de que havia sido chamado de "piada" por Cunha, Costa reagiu e chegou a dizer que o presidente da Câmara era "bandido", "criminoso", "corrupto" e "psicopata". "Eu sou uma piada e ele é um bandido que já está com passagem comprada para Curitiba", disse ele.

"Não tenho conta na Suíça, não sou corrupto", afirmou Costa em alusão às contas no exterior atribuídas a Cunha e seus familiares. "Não tenho medo de Eduardo Cunha [...] Ele tem que sair. Esta Casa não pode continuar com este criminoso. Ou este cara é doente, ou é psicopata ou está brincando com o País", disse Sílvio Costa.

 

Contato