Em mercados / politica

Reeleição de Kassab resolve problema de concessão da Sabesp, afirma Unibanco

Projeto de lei que traz contrato de 30 anos com a empresa aguarda votação; atual prefeito de São Paulo aprovaria mais facilmente

v class="show-for-large id-0 cm-clear float-left cm-mg-40-r cm-mg-20-b" data-show="desktop" data-widgetid="0" style="">
SÃO PAULO - Com os contratos de concessão para operar os sistemas de água e esgoto no município de São Paulo da Sabesp (SBSP3) ainda não definidos, os analistas do Unibanco estão de olho nas eleições para prefeito e afirmam que, caso Gilberto Kassab seja reeleito, podemos considerar este problema resolvido até, no máximo, o primeiro trimestre de 2009.

Como comunicado pelo banco, Kassab já apresentou um projeto de lei para a Câmara Municipal dos Vereadores no qual, se aprovado, irá conceder um contrato de 30 anos para a Sabesp. Observando que é necessária apenas a maioria simples (28 votos) dos vereadores para a aceitação do projeto, a instituição diz não ver grandes problemas nesse sentido caso Kassab seja reeleito, já que os sete partidos políticos que apóiam o prefeito nesta candidatura formam um time capaz de eleger 34 cadeiras na câmara.

E em caso de vitória da Marta?
Caso Kassab perca o segundo turno, o Unibanco acredita que Marta provavelmente irá reabrir as negociações e revisar todos os termos, especialmente aqueles ligados ao ônus da concessão. Com isso, provavelmente teríamos algo resolvido apenas por volta de dezembro de 2010 e os ônus da concessão poderiam se tornar outro problema.

No entanto, a equipe ressalta que acha muito difícil que a Marta saia vencedora nesta eleição.

Recomendação de compra
É importante destacar que os analistas do Unibanco recomendam compra às ações da Sabesp com um preço-alvo de R$ 46 por ativo, o que representa um potencial de valorização de 100% frente ao fechamento da quarta-feira (7).

 

Contato