Mercados

PIB da zona do euro tem retração de 3,8% e Bolsas caem; petróleo opera em alta

Os futuros de NY sobem nesta manhã, quando serão divulgados os pedidos de seguro-desemprego nos EUA

Pedestres usam máscaras de proteção na cidade de Milão, na Itália (crédito: JOSI DONELLI/THENEWS2/ESTADÃO CONTEÚDO)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – As bolsas de valores da Europa abriram em alta nesta quinta-feira, mas passaram a cair levemente ao longo da manhã. Dados divulgados nesta manhã mostram que PIB da zona do euro teve uma retração de 3,8% no primeiro trimestre deste ano – o pior resultado desde 1995.

O número mostra o impacto do coronavírus sobre a economia da região, e analistas acreditam que a recessão pode se acentuar. Na França, a contração foi ainda maior, de 5,8%, a maior desde 1949.

Os mercados observarão mais tarde nesta quinta-feira se o Banco Central Europeu (BCE) tomará medidas de estímulo para as economias mais atingidas pela epidemia no bloco.

Aprenda a investir na bolsa

Como a taxa de juros na zona do euro está em zero, possíveis medidas poderiam incluir a comprar de títulos dos países em dificuldades – a Itália teve nesta semana sua nota rebaixada pela Fitch Rating para BBB-, apenas um grau acima do especulativo (junk).

Por volta das 6h45, o índice FTSE, do Reino Unido, caía 0,2% e o Dax, da Alemanha, tinha baixa de 0,1% (acompanhe o comportamento dos mercados no Telegram do InfoMoney)

Em Nova York, os futuros do S&P 500 e do Dow Jones operam em alta de cerca de 0,2%, enquanto o futuro do Nasdaq sobe 0,5%.

Os investidores reagem positivamente à divulgação dos resultados de Facebook e Microsoft. O lucro do Facebook dobrou no primeiro trimestre deste ano, em relação ao mesmo período de 2019, e a receita cresceu.

O faturamento da Microsoft também aumentou no primeiro trimestre e a empresa informou que a pandemia teve pouco impacto sobre os negócios.

Ainda nos Estados Unidos, o Departamento do Trabalho divulga hoje os pedidos do seguro-desemprego da semana passada. Segundo a CNBC, a projeção é que mais 4 milhões de americanos tenham perdido os empregos nesse período. Nas últimas cinco semanas, mais de 26 milhões de postos de trabalho foram eliminados nos EUA.

PUBLICIDADE

Os preços do petróleo voltaram a subir nesta manhã, em meio à expectativa de que o mercado possa ter encontrado seu piso. Por volta das 6h45, o contrato WTI tinha alta de 15%, para US$ 17,32 o barril, enquanto o Brent valorizava quase 9%, para US$ 24,51 o barril.

As bolsas da Ásia fecharam em alta. No Japão, a valorização foi de 2,1% e, na China, de 1,3%. É feriado na Coreia do Sul e em Hong Kong.

A alta foi impulsionada pela informação de novos estudos mostrando que a droga Redemsivir pode acelerar a cura de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Tudo o que você precisa saber para lucrar na Bolsa de Valores operando da sua casa em um curso gratuito: clique aqui e participe!