Colaboração premiada

PGR irá apurar supostos pagamentos da JBS a ao advogado Frederico Wassef

Empresa nega que advogado ligado à família Bolsonaro a represente

Fábrica da JBS
(divulgação)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Procuradoria-Geral da República (PGR) decidiu apurar supostos pagamentos que chegariam a R$ 9 milhões da JBS ao advogado Frederico Wassef, segundo a revista Crusoé.

De acordo com a publicação, o interesse da PGR é em saber se os pagamentos tiveram efeito no acordo de colaboração premiada firmado pela Procuradoria com executivos do frigorífico.

Wassef trabalhou para a família Bolsonaro e admitiu em junho à revista Veja ter escondido Fabrício Queiroz em Atibaia (SP) para protegê-lo de “forças ocultas”.

Aprenda a investir na bolsa

A Crusoé diz que Bolsonaro pediu ao procurador-Geral da República, Augusto Aras, para receber Wassef para falar sobre a colaboração da JBS, que ainda precisa ter sua validade aprovada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Em nota, a JBS informou que “o escritório de advocacia mencionado não representa nem se manifesta em nome da Companhia junto à PGR.”

Leia a íntegra da nota da JBS sobre o caso

“A JBS esclarece que o escritório de advocacia mencionado não representa nem se manifesta em nome da Companhia junto à PGR.

A empresa informa que os serviços prestados pelo escritório tiveram como finalidade atuação em inquéritos na esfera policial e que esses serviços foram prestados e pagos mediante emissão de notas fiscais, sendo a última referente ao ano de 2019. Os valores e detalhes do contrato são protegidos por sigilo legal.

A companhia mantém um processo de auditoria de fornecedores, os quais são submetidos a due diligence e à aprovação da área de compliance, o que também se aplica ao caso em questão. Esse processo realizou, ao longo do ano passado, 9.486 análises de forma independente e sistêmica e os casos não conformes foram bloqueados.”

Newsletter InfoMoney – Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

PUBLICIDADE