Petrolíferas e teles derrubam bolsas européias

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

As bolsas européias operam em queda nesta terça-feira, influenciadas pelos setores petrolífero e de telecomunicações.

Em Londres, o índice FTSE-100 apresentava baixa de 1,11%, às 10h de Brasília, com destaque negativo para as ações das empresas de telecomunicações British Telecom (-3,91%) e Vodafone (-3,35%) e das petrolíferas Shell (-2,65%) e BP Amoco (-1,49%). Por outro lado, as principais altas ficavam com os papéis das varejistas Safeway (+2,17%) e Boots (+1,46%) e da farmacêutica GlaxoSmithKline (+2,91%).

Na Bolsa de Paris, o índice CAC40 operava em queda de 1,03%, tendo como principais baixas as ações da petrolífera TotalFinaElf (-2,08%), da empresa de telecomunicações France Telecom (-3,30%), da fabricante de equipamentos para telecomunicações Alcatel (-2,11%) e da varejista Carrefour (-1,65%). Também caíam os papéis da fabricante de componentes elétricos Schneider Electric (-13,62%) em virtude da fusão com sua antiga rival, a Legrand. Em contrapartida, os destaques positivos ficavam com as fabricantes de materiais de construção Lafarge (+3,24%) e Bouygues (+1,58%).

Em Frankfurt, o índice DAX caía 0,92%, puxado pelos papéis da empresa de telecomunicações Deutsche Telekom (-2,61%), da fabricante de componentes eletrônicos Epcos (-2,27%) e da fabricante de suprimentos para telefonia Siemens (-2,24%). Já os papéis da siderúrgica Thyssen Krupp (+2,35%) e da varejista Karstadt Quelle (+1,87%) eram os principais destaques de alta do pregão.

Compartilhe