Petrobras (PETR4) reduz preço do diesel em 7,9% a partir de quarta-feira (27)

Em reais, a redução anunciada nesta terça-feira é de 30 centavos por litro

Reuters

Publicidade

A Petrobras (PETR4) anunciou que reduzirá em 7,9% o seu preço médio de venda de diesel para as distribuidoras, que passará a ser de R$ 3,48 por litro nas refinarias a partir de quarta-feira, segundo comunicado publicado nesta terça-feira (26).

“O ajuste é resultado da análise dos fundamentos dos mercados externo e interno frente à estratégia comercial da Petrobras, implementada em maio de 2023 em substituição à política de preços anterior, e que passou a incorporar parâmetros que refletem as melhores condições de refino e logística da Petrobras na sua precificação”, disse a Petrobras.

A redução do diesel é a segunda do mês. Em 7 de dezembro, a empresa havia anunciado corte de 6,7% para o combustível.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

No ano, a variação acumulada do preço de venda de diesel da Petrobras para as distribuidoras é uma redução de R$ 1,01 por litro, equivalente a 22,5%, disse a empresa.
Em reais, a redução anunciada nesta terça-feira é de 30 centavos por litro.

O mercado brasileiro também é suprido por algumas refinarias privadas, e o país importa cerca de 25% do óleo diesel e 15% da gasolina.

Para a gasolina, “neste momento”, a Petrobras disse que está mantendo estáveis seus preços de venda às distribuidoras.

Continua depois da publicidade

Para o GLP, ou gás de cozinha, os preços de venda às distribuidoras da Petrobras permanecem estáveis desde 1 de julho.

Repercussão da queda do diesel

As ações da Petrobras operam com ganhos, na sessão desta terça-feira: PETR4, +0,84%; e PETR3, +0,62%.

Em relatório, o Itaú BBA destaca que a redução “está em linha” com o espaço potencial de corte no preço do diesel, de R$ 0,27 por litro.

“A empresa ajustou seus preços para ficar dentro das faixas (de preço), mas ainda perto do limite superior”, escreveu.

Conforme a análise, nas últimas semanas, os preços internacionais caíram, na média.

“Acreditamos que esses ajustes sinalizaram o compromisso da Petrobras com a execução da política (de preço), evitando volatilidade para o consumidor”.

Para janeiro de 2024, a está prevista a retomada de impostos federais sobre o diesel, o que pode elevar o preço em R$ 0,35%, acrescenta o BBA.

Impacto no bolso do consumidor

A estatal ressalta que o valor efetivamente cobrado ao consumidor final no posto é afetado também por outros fatores como impostos, mistura de biocombustíveis e margens de lucro da distribuição e da revenda.

Considerando a mistura obrigatória de 88% de diesel A e 12% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos, sua parcela no preço ao consumidor final terá uma redução de R$ 0,26 por litro.

A cada litro pago na bomba, R$ 3,06 são o preço da Petrobras, que calcula que o valor médio do diesel A S10 nas bombas poderá refletir entre R$ 4,63 e R$ 8,26 por litro, a depender do local de venda, considerando dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

(Com informações da Agência Brasil)