Vigente a partir de 1º de setembro

Petrobras recebe pagamento de US$ 2,9 bilhões do acordo de Coparticipação de Búzios

Hoje, a Petrobras tem 90% dos direitos de exploração e produção do volume excedente da cessão onerosa do campo de Búzios, em parceria com a CNODC e a CNOOC

arrow_forwardMais sobre
Petrobras
(Shutterstock)

A Petrobras (PETR3; PETR4) recebeu nesta terça-feira, 24, pagamento à vista no valor de US$ 2,9 bilhões referente às obrigações das parceiras CNODC e CNOOC no acordo de Coparticipação de Búzios.

Segundo o fato relevante, com o pagamento, a Petrobras emitirá o certificado de adimplência para a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), visando atender a última condição precedente exigida pelo Acordo, que será vigente a partir de 1º de setembro.

Após essa data, a CNODC e a CNOOC têm até 30 dias corridos para manifestarem interesse no exercício da opção de compra de parcela adicional, de 5% cada uma, no Contrato de Partilha de Produção do Excedente da Cessão Onerosa.

Atualmente, a Petrobras possui 90% dos direitos de exploração e produção do volume excedente da cessão onerosa do campo de Búzios, em parceria com a CNODC (5%) e a CNOOC (5%).

Curso gratuito ensina a ter consistência na bolsa para ganhar e rentabilizar capital. Participe!