AO VIVO COO do Mercado Livre fala sobre o impacto do coronavírus no no e-commerce; assista pelo seu celular no perfil do InfoMoney no Instagram

COO do Mercado Livre fala sobre o impacto do coronavírus no no e-commerce; assista pelo seu celular no perfil do InfoMoney no Instagram

Radar InfoMoney

Petrobras quer fazer IPO da Gaspetro; Notre Dame capta R$ 5 bilhões em oferta de ações e mais destaques

Confira os destaques do noticiário corporativo na sessão desta quinta-feira (12)

Os destaques do noticiário corporativo desta quinta-feira ficam por conta da Petrobras, MRV Engenharia, do Banco do Brasil e da Hering. A MRV informa que captou R$ 90 milhões com a primeira oferta de cotas do seu fundo imobiliário Luggo.

O Banco do Brasil informa que reorganizará sua estrutura de comando, com a redução do número de diretores, enquanto a Hering comunica que distribuirá dividendos de R$ 18,6 milhões aos acionistas no dia 30 de dezembro. Já a Petrobras pretende abrir capital da Gaspetro no segundo semestre de 2020. Confira os destaques:

Petrobras (PETR3;PETR4)

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, disse ontem no Rio de Janeiro que a estatal venderá no segundo semestre de 2020 toda a sua participação na Gaspetro, através de um IPO.

PUBLICIDADE

Segundo ele, a Gaspetro pretende se desfazer dos 51% de participação que possui em 19 distribuidoras de gás natural ao redor do Brasil. A Petrobras possui esta participação com a japonesa Mitsui. Em matéria publicada hoje no diário Valor Econômico, Castello Branco disse que “vamos sair definitivamente do negócio de distribuição de gás natural”.

Castello Branco afirmou que a Mitsui, após uma resistência inicial, concordou com a venda. Em 2018, a Gaspetro teve faturamento líquido de R$ 417 milhões e lucro de R$ 271,5 milhões. Castello Branco também afirmou que a Petrobras venderá sua participação na petroquímica Braskem até o final de 2020.

A Petrobras ainda  pagou à União R$ 34,42 bilhões referentes a parcela do bônus de assinatura da aquisição do bloco de Búzios, na licitação de volumes de óleo e gás excedentes ao contrato da cessão onerosa.

Diante do pagamento, a União repassou à Petrobras R$ 34,414 bilhões, referentes ao valor previsto no termo aditivo ao contrato da cessão onerosa, que foi atualizado pela taxa Selic até a data de pagamento.

A Petrobras arrematou dois blocos no leilão de novembro. Por Búzios, arcou com R$ 61,38 bilhões para ter 90% de participação nessa área – as chinesas CNODC e CNOOC ficaram com 5% cada. A estatal ainda levou Itapu, com bônus de R$ 1,77 bilhão.

Questionada sobre quando fará os pagamentos restantes, a Petrobras citou uma nota do dia da realização do leilão, em 6 de novembro, segundo a qual o bônus total de assinatura será pago até 27 de dezembro. A companhia disse anteriormente que os pagamentos não alterarão seu patamar da dívida e serão suportados pela atual disponibilidade de caixa e pela geração de caixa no quarto trimestre.

PUBLICIDADE

Notre Dame (GNDI3)

A ação da Notre Dame Intermédica na oferta subsequente (follow on) foi definida em R$ 57,00, de modo que a operação alcançou R$ 5 bilhões.

A distribuição primária, de 65 milhões de novas ações, somando R$ 3,705 bilhões irá para o caixa da companhia. Também foram colocadas ações secundárias, tendo como o vendedor Alkes II – Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia, em lote adicional de 22.750.000 papéis, ou 35% da quantidade da oferta base.

Os bancos coordenadores foram Itaú BBA (líder), JPMorgan, Bradesco BBI, Citi, Morgan Stanley, Santander, Credit Suisse e UBS. O início das negociações das ações objeto da oferta será nesta sexta-feira, dia 13.

MRV (MRVE3

A MRV Engenharia informou ontem (11) que encerrou com sucesso a primeira oferta pública de cotas do Luggo Fundo de Investimento Imobiliário, com a captação de R$ 90 milhões.

Segundo a MRV, a oferta obteve a captação máxima, com quase dois mil cadastros de pessoas físicas. A empresa afirma que o fundo Luggo adotou um modelo de negócios inovador no mercado da locação de imóveis nas grandes cidades brasileiras, tanto para o consumidor como para o investidor.

Nesse modelo, o consumidor interessado em alugar um apartamento procura na internet o imóvel e pode realizar todo o processo em três dias – muitas unidades já vêm mobiliadas com cozinha e eletrodomésticos.

“A Luggo é a única empresa totalmente verticalizada do mercado, atuando em toda a cadeia – desde a compra do terreno até a venda para o FII (fundo)”, comenta. O fundo já entregou duas torres de apartamentos, uma em Belo Horizonte, o Luggo Cipreste, e outra em Curitiba, o Luggo Ecoville.

Segundo a MRV, na primeira metade de 2020 serão entregues torres da Luggo na Zona Leste de Campinas (SP) e em Curitiba. A empresa afirma que adquiriu terrenos em são Paulo, Salvador, Brasília e Porto Alegre, onde serão construídas torres Luggo em 2020.

Banco do Brasil (BBAS3)

O Banco do Brasil reorganizará a sua estrutura de comando, através da redução da diretoria executiva e da reatribuição das suas funções, comunicou a estatal em fato relevante à CVM. Segundo o BB, a redução da diretoria faz parte da estratégia do banco para 2020 a 2024. “O número de diretores foi reduzido para 26”, afirmou.

O presidente do BB, Rubem de Freitas Novaes, indicou dois executivos para o novo Conselho Diretor da empresa: Walter Malieni Júnior e Mauro Ribeiro Neto. A posse dos conselheiros ainda depende de eleição pelo Conselho de Administração da estatal.

Cia. Hering (HGTX3)

A Hering distribuirá juros sobre o capital próprio, no valor de R$ 18,1 milhões. O pagamento aos acionistas será feito no dia 30 de dezembro, usando como base a posição acionária da empresa no dia 16 deste mês. A empresa também comunicou que o pagamento será efetuado pelo Banco Itaú.

LOG-IN (LOGN3)

A Log-In, Logística Intermodal S.A., comunicou ontem (11) à CVM que seu conselho de administração aprovou um aumento de capital social da companhia, com a emissão de 900 mil ações ordinárias, que representarão um aumento de capital ao redor de R$ 1,2 milhão.

B2W (BTOW3) e Linx (LINX3)

A B2W assinou memorando de entendimentos com a Linx, permitindo que ela conecte lojistas ao marketplace da plataforma de comércio eletrônico.

Desta forma, lojistas parceiros da Linx poderão vender no B2W Marketplace sem a necessidade de se conectarem individualmente à plataforma, e tendo maior facilidade na integração de estoques e no gerenciamento de vendas, diz o comunicado.

Além disso, lojas físicas poderão ser habilitadas para coleta, retirada e envio de produtos, permitindo que os clientes tenham acesso à retirada do produto na loja em até uma hora ou entrega a partir da loja em até 2 horas no endereço indicado.

Gol (GOLL4)

A Delta Airlines vendeu a sua participação na Gol, informou a empresa aérea brasileira em comunicado à CVM. Segundo a Gol, a Delta vendeu 32,9 milhões de ações preferenciais nos últimos dias na B3, cerca de 5% do total de ações preferenciais da empresa brasileira. Segundo o banco de investimentos Morgan Stanley, com a operação a Delta embolsou R$ 1,1 bilhão e encerrou sua participação como sócia minoritária na Gol. Já a Gol comentou que suas ações são uma das que têm maior liquidez na B3, com um volume médio diário negociado de R$ 200 milhões.

BBM Logística

A BBM Logística informou ontem (11) à CVM que comprou a totalidade das cotas da transportadora gaúcha Translovato, de Caxias do Sul (RS), por R$ 100 milhões. O valor será pago em cinco anos. Segundo a BBM, a Translovato atende a 2,5 mil clientes em 3.200 municípios brasileiros, com um faturamento de R$ 400 milhões em 2018. Com a aquisição, a BBM pretende ampliar o seu próprio raio de ação e planeja atingir um faturamento de R$ 2 bilhões em 2020.

Seja sócio das melhores empresas da Bolsa: abra uma conta na Clear com taxa ZERO para corretagem de ações!

(Com Agência Estado e Bloomberg)