Petrobras (PETR4): Jefferies inicia cobertura para ação com recomendação de compra e destaca pré-sal e governança

Relatório destaca possibilidades de crescimento da estatal com exploração de pre-sal e vê positivamente governança na companhia

Camille Bocanegra

Publicidade

Mais uma casa passou a ter uma visão positiva para a Petrobras (PETR4). A Jefferies apontou visão positiva para fluxo de caixa e para o segmento de exploração e produção da estatal de petróleo brasileira, o que levou a casa a iniciar a cobertura para as ações com recomendação de compra. O preço-alvo para os ADRs (recibo de ações negociados nos EUA) PBR (equivalente aos ordinários, PETR3 é de US$ 21,20, ou 38% acima do fechamento da última quarta-feira (20).

Na análise, há destaque da instituição para o pré-sal de alta margem da estatal e para sua capacidade de retorno de caixa em um mundo de petróleo acima de US$ 80,00 o barril.

“Seu portfólio de petróleo pré-sal offshore no Brasil indiscutivelmente dá à Petrobras uma das bases de ativos mais vantajosas da energia global”, diz o relatório.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

A produção da Petrobras é vista como crescente, com capacidade de elevação de 10% até 2030. A razão do avanço seria o menor declínio da base, após desinvestimentos e a nova onda de FPSOs iniciando em 2025-27. Outro ponto destacado é a retomada de campos existentes em 2024.

O principal argumento da análise é que o crescimento poderia vir de campos pré-sal, que unem baixo custo operacional, e algumas áreas, como o campo de Búzios, com baixos impostos sobre o caixa. A Jefferies também enxerga como reduzido o risco de aumento do capex até 2028.

A Jefferies ressalta que a ação da companhia opera com 30% de desconto frente grandes empresas globais. Segundo os analistas, o status de estatal justifica um desconto para pares, mas consideraram a distância como muito ampla e que deve diminuir à medida que a geração de fluxo de caixa da companhia se torna mais aparente.

Continua depois da publicidade

Governança forte

A análise destaca também um ponto fundamental quando se trata de Petrobras, para investidores: a governança. De acordo com a Jefferies, a governança é foco de investidores em todas as petrolíferas estatais da América Latina e para a Petrobras, em especial depois da operação Lava-Jato e as intervenções governamentais no preço de combustíveis.

No relatório, há reforço de que o mercado subestima o quadro de governança presente hoje em dia na companhia e, hoje, este é um dos pontos fortes da Petrobras.

A ação PETR4 estatal operava em queda nesta quinta, às 11h41 (horário de Brasília), com baixa de 0,61%, cotada a R$ 34,08.