Petróleo

Petrobras (PETR3;PETR4) assina contrato de afretamento para Parque das Baleias

Contratos seguem mesmos parâmetros das cartas de intenção assinadas em novembro de 2021. Previsão é de início da produção no quarto trimestre de 2024

Por  Equipe InfoMoney

A Petrobras (PETR4;PETR3) informou que assinou nesta segunda-feira (7) contratos com o grupo da Yinson para afretamento e prestação de serviços do FPSO Maria Quitéria para o Projeto Integrado Parque das Baleias, a ser instalado no Campo de Jubarte, localizado no norte da Bacia de Campos.

Os contratos seguem os mesmos parâmetros das cartas de intenção assinadas em novembro de 2021. A previsão é que a unidade inicie a produção no quarto trimestre de 2024.

A unidade terá capacidade de processamento de 100 mil barris de óleo e 5 milhões de metros cúbicos de gás por dia.

Os contratos de afretamento e de serviços terão duração de 22 anos e 6 meses, contados a partir da aceitação final da unidade. O projeto prevê a interligação de 17 poços ao FPSO, sendo nove produtores de óleo e oito injetores de água.

Projeto Integrado Parque das Baleias

A área de Parque das Baleias é formada pelos campos de Jubarte, Baleia Anã, Cachalote, Caxaréu, Pirambú e Mangangá. O primeiro campo, de Jubarte, foi descoberto em 2001.

Em 2019 a Petrobras e a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) celebraram um acordo para a prorrogação do prazo de concessão até 2056 do novo campo de Jubarte unificado, que viabiliza a implantação do novo sistema de produção do Projeto Integrado do Parque das Baleias, além de projetos complementares na área.

Atualmente, estão em operação quatro plataformas: P-57, P-58, FPSO Cidade de Anchieta e FPSO Capixaba, este último operará apenas até 2022.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe