Petrobras consegue empréstimo de US$ 10 bilhões com banco chinês

Em troca, China PetroChemical terá o direito de explorar dois blocos no Brasil, como a estatal exportará 150 mil bdp à China

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A reunião entre os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Hu Jintao foi produtiva para o Brasil. O País assinou 13 acordos com a potência mundial, sendo um empréstimo bilionário para a Petrobras.

A estatal brasileira e o Banco de Desenvolvimento da China assinaram um contrato no qual o banco chinês emprestará US$ 10 bilhões com vencimento de 10 anos. O financiamento, segundo a Petrobras, será utilizado para financiar investimentos de bens e dos serviços comprados do país asiático.

Em troca, a petrolífera estatal chinesa China PetroChemical terá o direito de explorar dois blocos no Brasil, como a Petrobras exportará 150 mil bdp (barris diários de petróleo) para a China neste ano e aumentará a proporção para 200 mil bdp em 2010.

Aprenda a investir na bolsa

Foi assinado também um acordo de intenções entre a Petrobras e a Sinopec visando uma cooperação em diversos segmentos do setor petroquímico, como exploração e refino, ou seja, uma troca de informações com o objetivo de aumentar a produtividade das duas empresas.

Ações

Os papéis preferenciais da Petrobras (PETR4) operam nesta primeira hora de pregão em leve baixa de 0,50%, aos R$ 32,55. Neste ano, as ações acumulam valorização de 45%.