Petrobras assina carta de intenção para construir navio FPSO para área de Tupi

Estatal acerta acordo com SBM Offshore e Queiroz Galvão Óleo e Gás; navio deverá ser entregue dentro de 34 meses

SÃO PAULO – A Petrobras (PETR3, PETR4) informou em nota nesta terça-feira (1) que assinou carta de intenção com a SBM Offshore e a Queiroz Galvão Óleo e Gás para a construção do navio FPSO (Floating Production Storage and Offloading) que operará o segundo projeto piloto na área de Tupi, na região do pré-sal da Bacia de Santos.

Segundo o comunicado, o FPSO será instalado em Tupi Nordeste, localizado a 265 quilômetros da costa e em lamina d´água de 2.130 metros, a 18 quilômetros do poço descobridor de Tupi.

“A plataforma terá capacidade de produção de 120.000 bpd (barris produzidos por dia) de óleo leve e 5 milhões de m³ diários de gás, e será operada pelas empresas responsáveis pela construção e atrelada ao consórcio pelo período de 20 anos”, completa a estatal

Parcelas e entrega
A Petrobras ainda comunica que possui 65% de participação no bloco BM-S-11, que explora conjuntamente com a BG E&P do Brasil (25%) e a Petrogal Brasil/Galp Energia (10%). A entrega do FPSO deverá ocorrer daqui a 34 meses.