Bolsa

Petro e OGX entre maiores perdas, mas Vale ajuda a manter Ibovespa no azul

Vencimento de opções traz volatilidade ao índice nacional, e interfere nas blue chips

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Depois de abrir o pregão em queda, mais uma vez o Ibovespa mostrou volatilidade e vai operando em alta de 0,31% por volta das 13h20 (horário de Brasília), atingindo os 59.788 pontos. O índice tem se mostrado volátil por conta da diferença entre as aberturas da bolsa norte-americana e brasileira, agora em 2h30. 

O índice também mostra volatilidade por causa do vencimento de opções, que afeta as principais blue chips da bolsa brasileira. As petrolíferas Petrobras (PETR3; PETR4) e OGX Petróleo (OGXP3) lideram as perdas: os papéis preferenciais da estatal caem 1,43%, a R$ 19,92, enquanto os ordinários da companhia de Eike Batista recuam 1,32%, para R$ 4,49. A alta da Vale (VALE3; VALE5), compensa esse efeito e ajuda a manter o índice no positivo. Neste mesmo horário, os preferenciais da Vale sobem 0,78% para R$ 40,06. 

Abismo fiscal ainda em dúvida
Durante o fim de semana as discussões para evitar o chamado abismo fiscal nos EUA, evento em que uma série de cortes de gastos e aumentos de impostos serão acionados automaticamente em janeiro caso o Congresso não concorde com medidas para reduzir o déficit público, continuam em aberto. A expectativa é que isso leve o país à recessão no próximo ano.

O presidente republicano da Câmara dos Deputados, John Boehner, propôs no domingo elevar os impostos para milionários, noticia a imprensa local. Em troca, o republicano estaria pedindo corte de gastos com saúde e previdência social.

Ainda por lá, foi divulgado um dado decepcionante: o NY Empire Manufacturing mostrou uma contração de 8,1 na atividade industrial da região em dezembro. A expectativa era para uma alta de 2,0, segundo compilação feita pelo portal norte-americano Briefing.com.