Pessimismo em Nova York afeta bolsas européias

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

As bolsas européias operam em queda generalizada nessa quarta-feira, com o pessimismo de ontem nas bolsas norte-americanas influenciando o mercado europeu. A manutenção da taxa básica de juros dos EUA em 6,5% pelo FED decepcionou boa parte dos investidores, mesmo considerando que a decisão já era aguardada por analistas.

A Bolsa de Londres operava em queda às 10h20, com o índice FTSE-100 perdendo 1,78%. As empresas de tecnologia Bookham Technology (-9,95%), ARM Holdings (-9,00%) e Logica (-7,13%) figuravam entre as maiores quedas dentro do índice. As empresas de telecomunicações British Telecom (-2,86%) e Vodafone (-2,76%) também apresentavam quedas, além das petrolíferas BP Amoco (-2,58%) e Shell (-0,56%), as últimas afetadas pela queda nos preços do petróleo. O principal destaque positivo do pregão ficava com a seguradora Allied Zurich, que subia 2,79%.

Em Paris, o índice CAC 40 apresentava queda de 2,11%. As principais quedas do índice ficavam com a fabricante de equipamentos de telecomunicações Alcatel (-8,63%), a tecnológica STMicroeletronics (-5,10%) e as empresas de mídia Thomson (-4,93%) e Canal + (-4,17%). As ações da France Telecom apresentavam queda de 2,68%. Por outro lado, as principais altas do dia ficavam com a aeroespacial EADS (+3,37%) e com a farmacêutica Sanofi Synthelabo (+2,25%).

Em Frankfurt, o índice DAX 30 operava em queda de 2,37%. As empresas de tecnologia SAP (-6,16%), Epcos (-5,60%) e Infineon Technology apresentavam as maiores quedas dentro do índice. Os bancos Deutsche Bank (-3,94%), Dresdner Bank (-3,73%) e Commerzbank (-2,53%) também mostravam fracos desempenhos, seguidos pelas ações da Deutsche Telekom (-1,35%). Apenas duas ações do índice apresentavam alta, a Basf (+2,02%) e a Bayer (+1,38%).

Compartilhe