Pesquisa mensal de emprego industrial aponta estabilidade há quatro meses

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

O IBGE divulgou há pouco a Pesquisa Industrial Mensal referente ao mês de outubro. Segundo a pesquisa, o número de pessoas empregadas na indústria se manteve estável em relação ao mês anterior. Este já é o quarto mês que o emprego não cresce na relação mês a mês, porém em relação a outubro de 1999, o emprego apresentou crescimento de 1,0%. O acumulado no ano apresenta uma variação positiva de 0,6%, enquanto o acumulado nos últimos 12 meses registra queda de 0,1%.

Os maiores aumentos em relação ao mês anterior foram do setor de materiais de transporte (+1,5%), perfumaria (+1,4%) e bebidas (+1,3%). Em contrapartida, as principais quedas ficaram com os setores de fumo (-13,7%), causado pela entressafra, de couros e peles (-3,0%) e papel e papelão (-1,5%). Em termos regionais, os principais destaques positivos foram das regiões Nordeste e Sul, que tiveram aumento no emprego de 1,0% e 0,1%, respectivamente. Minas Gerais permaneceu estável, enquanto São Paulo (-0,1%) e Rio de Janeiro (-0,4%) registraram quedas.

Com relação a outubro do ano passado, o emprego subiu 1,0%, desde de abril o indicador apresenta variação positiva. No entanto, a variação de outubro foi a menor nos últimos seis meses, apontando uma redução da taxa de crescimento econômico.

Em outubro, o salário contratual médio real voltou a crescer, após quatro meses seguidos de queda. Em comparação com setembro, o aumento dos salários em outubro foi de 0,7%. O acumulado do ano registra decréscimo de 1,7% e nos últimos 12 meses queda de 2,3%. Entre setembro e outubro, regionalmente, Minas Gerais se destaca como o Estado em que o salário médio real pago aos trabalhadores mais avançou, crescendo 1,6%, bem acima da media nacional de 0,7% em outubro.

Compartilhe