Euro

Perspectiva de curto prazo da zona do euro continua sendo incerta, diz BCE

Segundo Christine Lagarde, as incertezas no curto prazo ofuscam a melhor perspectiva do bloco no prazo mais longo.

arrow_forwardMais sobre

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, disse nesta quinta-feira que a perspectiva de curto prazo da zona do euro continua sendo incerta, não apenas por causa da pandemia de covid-19, mas também pelo ritmo de vacinação contra a doença.

Em coletiva de imprensa que se seguiu à decisão do BCE de manter sua política monetária inalterada, Lagarde mencionou o surgimento de novas variantes da covid-19 e medidas para conter a disseminação do vírus como riscos de curto prazo.

Segundo Lagarde, as incertezas no curto prazo ofuscam a melhor perspectiva do bloco no prazo mais longo.

Alta dos juros de bônus

A presidente do Banco Central Europeu disse nesta quinta-feira que a recente alta dos juros de bônus representa riscos para as condições financeiras em geral. Lagarde avaliou que, se não for controlado, um aumento considerável e persistente dos juros poderá levar a um aperto prematuro das condições financeiras de todos os setores da economia.

Afirmou ainda que o BCE continua a monitorar os desdobramentos no mercado cambial e suas implicações para a perspectiva de inflação da zona do euro.

Estagnado em sua profissão? Série gratuita do InfoMoney mostra como você pode se tornar um Analista de Ações em 2021. Clique aqui para se inscrever.