Perdigão e Sadia informam detalhes da incorporação de ações pela Brasil Foods

Haverá alteração da denominação de Perdigão para BRF, que irá incorporar Sadia; BRF realizará oferta para captar R$ 4 bilhões

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – As administrações da Perdigão (PRGA3) e da Sadia (SDIA4) enviaram comunicado na manhã desta terça-feira (19) confirmando a assinatura da associação que criará uma gigante da indústria de alimentos, denominada BRF (Brasil Foods). O negócio será submetido às autoridades brasileiras de defesa da concorrência.

O acordo já foi aprovado pelos conselhos de administração das companhias, que agora condicionam o êxito da operação à adesão dos acionistas signatários do acordo de voto de Perdigão e dos acionistas portadores de mais de 51% de papéis ON da Sadia que virão a integrar o capital social da HFF Participações.

Haverá alteração da denominação de Perdigão para BRF, que irá incorporar as ações da HFF. “A relação de substituição aplicável aos acionistas da HFF na incorporação de suas ações pela BRF será de 0,166247 ação ordinária de emissão da BRF para cada ação ordinária de emissão da HFF”, afirma a nota.

Reorganização

Aprenda a investir na bolsa

Segundo o fato relevante, após essa etapa, será realizada uma reorganização societária de Sadia, HFF e Perdigão/BRF, seguida de uma incorporação dos papéis da Sadia pela BRF. “Realizar-se-á a incorporação das ações da Sadia pela BRF, adotando-se uma relação de substituição correspondente a 0,132998 ação ordinária de emissão da BRF para cada ação ordinária ou preferencial de emissão da Sadia (…) Os acionistas dissidentes titulares de ações ordinárias da Sadia terão direito de retirada, nos termos da lei”, acrescenta o comunicado.

As ações da BRF continuarão a ser negociadas no Novo Mercado da BM&F Bovespa, bem como seus ADRs (American Depositary Receipts) na Bolsa de Nova York. Os ADRs da Sadia serão convertidos em ADRs da BRF quando da incorporação mencionada acima.

Oferta

Além disso, ainda de acordo com o comunicado, a BRF realizará uma oferta pública de ações para captação de recursos no valor estimado de R$ 4 bilhões.